Pesquisa e Pós-Graduação

Reitoria | Campus Higienópolis

FAPESP


Chamada FAPESP Nº 36/2021 – BAYLAT Workshops 2021 – Estado de São Paulo, Brasil e Estado Livre da Baviera, Alemanha

Inscrições até 14/02/2022

Esta Chamada de Propostas visa a organização de dois workshops (por proposta) concebidos por pesquisadores do Estado Livre da Baviera em cooperação com pesquisadores do estado de São Paulo, com participação de pesquisadores em início de carreira e estudantes de doutorado que estejam prestes a defender sua tese. O objetivo principal dos workshops deverá ser a construção de vínculos para futuras colaborações e o avanço na carreira dos pesquisadores do Estado Livre da Baviera e do estado de São Paulo. As propostas dos dois workshops deverão ser concebidas conjuntamente por dois pesquisadores consolidados, sendo um deles vinculado a uma instituição de ensino superior e pesquisa do Estado Livre da Baviera e um deles vinculado a uma instituição de ensino superior e pesquisa do estado de São Paulo. Propostas serão aceitas em todas as áreas de conhecimento, incluindo multidisciplinares. Um dos workshops deverá ser organizado no estado de São Paulo e o outro no Estado Livre da Baviera. O primeiro workshop deverá acontecer entre 01 de agosto de 2022 e 31 de julho de 2023 e o segundo workshop deverá acontecer entre 01 de agosto de 2023 e 31 de julho de 2024.

Chamada FAPESP Nº 27/2021 Nº 35/2021– Programa Nacional de Apoio à Geração de Empreendimentos Inovadores. Programa Centelha 2 (SP)

Inscrições até 14/12/2021

O objetivo principal é estimular o empreendedorismo inovador por meio de capacitações para o desenvolvimento de produtos (bens e/ou serviços) ou de processos inovadores e, apoiar por meio da concessão de recursos de subvenção econômica (recursos não reembolsáveis) e Bolsas de Fomento Tecnológico Extensão Inovadora, a geração de empresas de base tecnológicas a partir da transformação de ideias inovadoras em empreendimentos que incorporem novas tecnologias aos setores econômicos estratégicos do estado de São Paulo. Serão apoiados projetos inovadores nas seguintes temáticas: Automação; Big Data; Biotecnologia e Genética; Blockchain; Design; Eletroeletrônica; Geoengenharia; Inteligência Artificial e Machine Learning; Internet das Coisas (IoT); Manufatura Avançada e Robótica; Mecânica e Mecatrônica; Nanotecnologia; Química e Novos Materiais; Realidade Aumentada; Realidade Virtual; Segurança, Privacidade e Dados; Tecnologia Social; Tecnologia da Informação (TI) e Telecom. Serão apoiados projetos inovadores que tenham suas soluções aplicadas aos seguintes setores: Administração Pública; Aeroespacial; Agronegócio; Automotivo; Bens de Capital; Borracha e Plástico; Cerâmica; Comércio e Varejo; Construção Civil; Construção Naval; Economia Criativa; Economia do Turismo, Gastronomia, Eventos e Lazer; Educação; Elétrico e Eletrônico; Energia; Fabricação de Alimentos e Bebidas; Farmoquímico e Farmacêutico; Financeiro; Jurídico; Madeira e Móveis; Marketing e Mídias; Meio Ambiente e Bioeconomia; Mercado Imobiliário; Metal-Mecânico e Metalurgia; Mineração; Papel e Celulose; Pesca e Aquicultura; Petróleo e Gás; Químico; Saúde e Bem Estar; Segurança e Defesa; Social; Tecnologia da Informação e Telecomunicações; Têxtil, Confecção e Calçados; e Transporte, Logística, Mobilidade.

Chamada FAPESP Nº 34/2021 - Pesquisas em valorização de resíduos urbanos e agroindustriais para bioenergia

Inscrições até 31/03/2022.

A presente Chamada ocorre no âmbito do protocolo de Intenções firmado entre a FAPESP e a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo – SIMA com o objetivo de apoiar projetos de pesquisa científica que abordem a valorização de resíduos urbanos e agroindustriais com aplicação na bioenergia. Áreas temáticas e prioritárias são, Pesquisa em geração, caracterização, tratamento e pré-processamento de resíduos sólidos e líquidos, urbanos e agroindustriais para a produção de bioenergia; Desenvolvimento de rotas de conversão, processos bioquímicos e/ou termoquímicos para a produção de bioenergia usando resíduos sólidos e líquidos, urbanos ou agroindustriais, visando a redução de seu volume e impacto ambiental, considerando sua valorização energética, conceitos da economia circular e co-processamento, e adequação à PNRS, bem como sugerindo indicadores e parâmetros de acompanhamento e desempenho; Estudos de caso (ex-ante e ex-post) em contextos reais da implementação de projetos e programas de produção e/ou uso de bioenergia a partir de resíduos sólidos e líquidos urbanos e agroindustriais, abordando aspectos econômicos e/ou sociais e/ou ambientais; Pesquisa dos aspectos logísticos e de otimização de sistemas regionais de coleta e tratamento de resíduos sólidos e líquidos urbanos e agroindustriais visando a produção e uso de bioenergia; Pesquisa sobre aspectos técnicos e/ou econômicos de processos de produção e uso de biometano e hidrogênio a partir de biogás, inclusive considerando sua injeção nos sistemas de distribuição de gás natural; Pesquisa para a identificação e superação de barreiras econômicas, institucionais e culturais na implantação de sistemas de coleta e tratamento de resíduos sólidos e líquidos, urbanos ou agroindustriais, em escalas municipais de pequeno, médio e grande porte.

Chamada FAPESP Nº 33/2021 - Biodiversity on a Changing Planet (BoCP) 2022

Inscrições até 30/03/2022.

O programa Biodiversity on a Changing Planet busca projetos de pesquisa interdisciplinares abordando grandes desafios na ciência da biodiversidade dentro de um contexto sem precedentes nas mudanças ambientais globais, incluindo as mudanças climáticas. As crescentes taxas de perda de espécies requerem novos conhecimentos sobre como a diversidade funcional dos organismos interage e responde às mudanças ambientais. Este programa busca uma abordagem abrangente e integrativa para a compreensão da biodiversidade planetária em uma perspectiva funcional. Propostas bem-sucedidas testarão hipóteses sobre a biodiversidade funcional em um planeta em mudança, integrando perspectivas celulares, orgânicas, ecológicas, evolutivas, geológicas e/ou paleontológicas. A FAPESP se compromete a financiar até cinco Auxílios na modalidade Regular (APR) e, independentemente destes, até três Auxílios nas modalidades Temático ou Jovem Pesquisador. Esta Chamada também é apoiada pelas agências de fomento à pesquisa da China (NSFC) e da África do Sul (NRF), que podem submeter projetos bilaterais com a NSF, embora não sejam vedadas outras colaborações internacionais.

Chamada FAPESP Nº 32/2021 - Monash University Collaboration Seed Program (FAMOUS) 2021

Inscrições até 31/03/2022.

Esta oportunidade visa apoiar novas colaborações entre grupos de pesquisa no estado de São Paulo, Brasil, e na Monash University, Austrália, que podem ser incentivadas com o mínimo de viagens possíveis, principalmente utilizando meios virtuais para colaboração. Esta Chamada apoiará propostas de pesquisa colaborativas nas Ciências da Saúde. Os candidatos bem-sucedidos de Monash serão financiados pela Monash University, enquanto seus homólogos com sede em São Paulo serão financiados pela FAPESP. Serão financiadas até 10 propostas. São considerados elegíveis pela FAPESP para submeter proposta nesta Chamada somente os proponentes do estado de São Paulo que sejam Pesquisadores Responsáveis ou Pesquisadores Principais de Auxílios vigentes na FAPESP nas seguintes modalidades: a) Auxílio à Pesquisa – Regular; b) Auxílio à Pesquisa – Projeto Temático; c) Jovens Pesquisadores (JP); d) Centros de Pesquisa em Engenharia (CPEs); e) Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID). O Auxílio FAPESP deve estar vigente por pelo menos 6 meses a partir do início do novo projeto colaborativo com a Monash University. As inscrições para esta Chamada serão avaliadas com celeridade pela FAPESP e pela Monash University. Essa avaliação interna permite que as propostas sejam processadas rapidamente e é possível porque todas as propostas foram baseadas em projetos já financiados pela FAPESP, que já passaram por uma revisão robusta por pares. As propostas serão avaliadas nos seguintes critérios: a) Originalidade do projeto de pesquisa; b) Mérito intelectual e solidez do planejamento e da metodologia; c) A futura pesquisa conjunta gerada a partir dessa colaboração e particularmente se este trabalho tem o potencial de levar a aplicações para outras oportunidades de financiamento; d) A singularidade da oportunidade e da expertise dos parceiros; e) As oportunidades para trocas e aprendizados dos cientistas em início de carreira. Uma decisão final será tomada em conjunto entre a FAPESP e a Monash University.

Chamada FAPESP Nº 31/2021 - Propostas SPRINT 2021

Inscrições até 31/01/2022.

Promover o engajamento de pesquisadores vinculados a instituições de ensino superior e pesquisa no estado de São Paulo com pesquisadores parceiros no exterior para avançarem qualitativamente nos projetos de pesquisa em andamento; e trabalharem cooperativamente visando a elaboração de projetos de pesquisa conjuntos, de médio e longo prazo, para a submissão à FAPESP – por pesquisadores do estado de São Paulo – e às agências de fomento à pesquisa nos países dos respectivos parceiros – pelos parceiros. Propostas em parceria com pesquisador financiado por instituição que tem Acordo vigente com a FAPESP e participa desta edição do SPRINT. As propostas em parceria com pesquisador financiado por instituição que tem Acordo vigente com a FAPESP e participa desta edição do SPRINT: a) Cardiff University, Reino Unido; b) Delft University of Technology, Holanda; c) Fonds de la Recherche Scientifique – FNRS, Bélgica; d) Manchester University, Reino Unido; e) Purdue University, EUA; f) Technische Universität Berlin, Alemanha; g) Texas A&M University, EUA; h) Texas Tech University – TTU, EUA; i) University of Glasgow, Reino Unido; j) University of Nebraska-Lincoln – UNL, EUA; k) University of Tsukuba, Japão. O Projeto de Pesquisa deve incluir: a. Descrição das atividades de intercâmbio previstas, indicando claramente como estas contribuirão, tanto para o projeto de pesquisa vigente apoiado pela FAPESP, como para a pesquisa sendo realizada pelo pesquisador parceiro; b. Cronograma detalhado das missões a serem realizadas pela equipe de São Paulo na Instituição Parceira no exterior e pela equipe parceira na Instituição em São Paulo; c. Descrição da contribuição de cada candidato para a missão, evidenciando sua qualificação para a realização das atividades previstas; d. Indicadores de desempenho para as atividades planejadas indicando os resultados esperados; e. Ações previstas que potencializarão o impacto do intercâmbio na Instituição Parceira e na Instituição Sede no estado de São Paulo, por meio, por exemplo, de seminários, cursos de curta duração etc; f. Descrição de como os Pesquisadores Responsáveis em São Paulo e na Instituição Parceira pretendem preparar um projeto de pesquisa conjunto, resultante das atividades de intercâmbio desenvolvidas a partir da proposta apresentada nesta Chamada, a ser submetido para agências de financiamento de pesquisa acessíveis nas suas regiões, a fim de criar uma colaboração de médio-longo prazo (até uma página).

Chamada FAPESP Nº 30/2021 - Centros de Pesquisa Aplicada em Inteligência Artificial (CPAs-IA) – 2021

Inscrições até 01/02/2022.

A Chamada propõe-se a fomentar a criação de até 2 (dois) Centros de Pesquisa em Engenharia (CPE) em Inteligência Artificial (IA) para o desenvolvimento de pesquisas científicas, tecnológica e de inovação, aplicadas e orientadas à resolução de problemas com IA. Os CPEs serão contratados por um período de 5 anos renováveis por mais 5 anos, totalizando até 10 anos, de acordo com os resultados mensurados. Os CPAs devem realizar pesquisas ousadas de excelência internacional em Inteligência Artificial. O CPA procura agregar pesquisadores em torno de questões de pesquisa fundamentais ou orientadas para aplicações para se transformar em um Centro de Classe Mundial em Pesquisa. As atividades dos Centros também devem contribuir substancialmente para a formação de recursos humanos qualificados em Inteligência Artificial para o país. Por outro lado, os objetivos vão além da realização de pesquisa internacionalmente competitiva e da formação de recursos humanos altamente qualificados. Para assegurar a apropriação dos resultados de pesquisa de um CPA pela sociedade, é necessário conectar diferentes atores e instituições: pesquisadores, estudantes, instituições de pesquisa, agências de fomento nacionais e internacionais, pequenas e grandes empresas, governo, imprensa e sociedade. Os CPAs precisam estabelecer uma estratégia clara para acelerar a convergência de esforços de pesquisa e sua apropriação pela sociedade. O modelo dos CPAs possui dois mecanismos para acelerar essa convergência: inovação e difusão. Um plano de estratégias para implementar esses mecanismos precisa ser formulado e apresentado. Acredita-se que a IA seja uma tecnologia transformadora e que por meio dela seja possível gerar soluções ou sistemas disruptivos com potencial para: revolucionar como nós vivemos, interagimos, trabalhamos, aprendemos, evoluímos e nos comunicamos; propiciar benefícios socioeconômicos para a sociedade; melhorar qualidade de vida; alavancar a prosperidade econômica e resolver grandes problemas que não têm soluções hoje. IA está presente em diversas aplicações atuais (reconhecimento facial, varejo, robôs, análise de crédito, saúde, financeira, jurídica, indústria, entre outras) e estará presente em muitas outras aplicações em um futuro breve. O complexo conjunto de atividades de cada Centro requer financiamento de médio e longo prazo e autonomia no uso de recursos, de acordo com o cronograma a ser estabelecido na Proposta, que possam ser mensurados anualmente por meio de entregáveis que atendam ao especificado nessa Chamada. Espera-se que os CPAs em Inteligência Artificial: estimulem a pesquisa fundamental, aplicada e, por meio destas, a inovação; fortaleçam o desenvolvimento de produtos (técnicas, métodos, algoritmos, modelos matemáticos, hardware/firmware, software, sistemas); implementem uma estratégia clara para a formação de recursos humanos qualificados em Inteligência Artificial para o país; contribuam fortemente para a conexão entre ICTs, Governo e Empresas; forneçam a infraestrutura necessária para ampliação das redes de pesquisas; desenvolvam competências e capacitação tecnológica avançada e qualificada; enfim, contribuam para o crescimento econômico e o progresso social do País.

Chamada FAPESP Nº 29/2021 – Submissões emfluxo contínuo FAPESP/SNSF – Fundação Nacional de Ciência da Suíça

Submissões até 30/09/2022.

Sob o acordo de cooperação entre a FAPESP e a Fundação Nacional de Ciência da Suíça (SNSF), pesquisadores do estado de São Paulo e pesquisadores da Suíça podem submeter projetos de pesquisa colaborativos às duas instituições, com liderança alternada entre a FAPESP e a SNSF. Serão aceitas propostas em todas as áreas do conhecimento. A proposta deve conter um projeto de pesquisa concebido e escrito em conjunto pelos proponentes da Suíça e do estado de São Paulo, que será submetido à FAPESP e à SNSF. Os projetos de pesquisa devem descrever clara e objetivamente a colaboração planejada (distribuição de tarefas e métodos de implementação), além do que se espera ganhar com a colaboração. Os projetos de pesquisa devem serem escrito em língua inglesa e devem seguir as orientações da modalidade de apoio FAPESP escolhida quanto ao formato e número de páginas. Além da proposta, os proponentes devem preencher uma planilha de orçamento (modelo no Link da Chamada).

Chamada FAPESP Nº 27/2021 – Programa Nacional de Apoio à Geração de Empreendimentos Inovadores Programa Centelha 2 (SP)

Inscrições até 14/12/2021.

O objetivo principal é estimular o empreendedorismo inovador por meio de capacitações para o desenvolvimento de produtos (bens e/ou serviços) ou de processos inovadores e, apoiar por meio da concessão de recursos de subvenção econômica (recursos não reembolsáveis) e Bolsas de Fomento Tecnológico Extensão Inovadora, a geração de empresas de base tecnológicas a partir da transformação de ideias inovadoras em empreendimentos que incorporem novas tecnologias aos setores econômicos estratégicos do estado de São Paulo. Serão apoiados projetos inovadores nas seguintes temáticas: Automação; Big Data; Biotecnologia e Genética; Blockchain; Design; Eletroeletrônica; Geoengenharia; Inteligência Artificial e Machine Learning; Internet das Coisas (IoT); Manufatura Avançada e Robótica; Mecânica e Mecatrônica; Nanotecnologia; Química e Novos Materiais; Realidade Aumentada; Realidade Virtual; Segurança, Privacidade e Dados; Tecnologia Social; Tecnologia da Informação (TI) e Telecom. Serão apoiados projetos inovadores que tenham suas soluções aplicadas aos seguintes setores: Administração Pública; Aeroespacial; Agronegócio; Automotivo; Bens de Capital; Borracha e Plástico; Cerâmica; Comércio e Varejo; Construção Civil; Construção Naval; Economia Criativa; Economia do Turismo, Gastronomia, Eventos e Lazer; Educação; Elétrico e Eletrônico; Energia; Fabricação de Alimentos e Bebidas; Farmoquímico e Farmacêutico; Financeiro; Jurídico; Madeira e Móveis; Marketing e Mídias; Meio Ambiente e Bioeconomia; Mercado Imobiliário; Metal-Mecânico e Metalurgia; Mineração; Papel e Celulose; Pesca e Aquicultura; Petróleo e Gás; Químico; Saúde e Bem Estar; Segurança e Defesa; Social; Tecnologia da Informação e Telecomunicações; Têxtil, Confecção e Calçados; e Transporte, Logística, Mobilidade.

Chamada FAPESP Nº 21/2021 - CEPID 2021 (Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão)

Calendário de ciclos de submissões de CEPIDs por Grande Área do Conhecimento:

Ciências Humanas e Sociais, Arquitetura e Urbanismo, Economia e Administração: Setembro/2022;

Ciências Exatas e da Terra e Engenharias: Setembro/2023.

A Chamada financiará projetos de pesquisa que abordam perguntas transformativas do conhecimento atual e cujos resultados possam ter impactos positivos para a sociedade. Os CEPIDs devem realizar pesquisas ousadas de excelência internacional em temas relevantes em sua área do conhecimento. O CEPID procura agregar pesquisadores em torno de questões de pesquisa fundamentais ou orientadas para aplicações para se transformar em um Centro de Classe Mundial em Pesquisa. Entende-se por pergunta de pesquisa fundamental aquela que questiona ou avança o entendimento de uma área do conhecimento. As atividades dos Centros também devem contribuir substancialmente para a formação de recursos humanos qualificados em áreas estratégicas para o país. Por outro lado, os objetivos vão além da realização de pesquisa internacionalmente competitiva e da formação de recursos humanos altamente qualificados. Para assegurar a apropriação dos resultados de pesquisa de um CEPID pela sociedade, é necessário conectar diferentes atores e instituições: pesquisadores, estudantes, instituições de pesquisa, agências de fomento nacionais e internacionais, pequenas e grandes empresas, governo, imprensa e sociedade. Os CEPIDs precisam estabelecer uma estratégia clara para acelerar a convergência de esforços de pesquisa e sua apropriação pela sociedade. O modelo dos CEPIDs possui dois mecanismos para acelerar essa convergência: inovação e difusão. São definidas as grandes áreas do conhecimento: 1- Ciências da Saúde, Biológicas e Agronomia e Veterinária, 2- Ciências Humanas e Sociais, Arquitetura e Urbanismo, Economia e Administração; 3- Ciências Exatas e da Terra e Engenharias.

FAPESP/RCUK

Fluxo Contínuo

O acordo de cooperação entre a FAPESP e os Conselhos de Pesquisa (Research Councils) do Reino Unido (RCUK, na sigla em inglês) tem como objetivo apoiar o desenvolvimento de projetos conjuntos de pesquisa propostos por pesquisadores vinculados a instituições de pesquisa do Reino Unido e do Estado de São Paulo.

FAPESP-BBSRC Pump-Priming Award (FAPPA)

Fluxo Contínuo

Visa estimular a colaboração científica entre pesquisadores do Reino Unido e do Estado de São Paulo, através de mecanismos de colaboração de curto prazo. Neste caso, o financiamento deve ser direcionado a atividades de mobilidade e intercâmbio, como diárias de viagens e workshops. A Chamada FAPPA receberá propostas em todos os temas científicos das ciências biológicas e biotecnologia, mas propostas nos temas segurança alimentar, bioenergia ou biotecnologia industrial terão prioridade.

25/2017 Programa de Apoio a Núcleos de Excelência

Fluxo Contínuo

O objetivo é selecionar e apoiar Propostas na modalidade Auxílio à Pesquisa - Projeto Temático, em temas relacionados às mais diversas áreas do conhecimento, em consonância com os objetivos do Programa Núcleos de Excelência - PRONEX do CNPq, que visa contribuir para consolidar o processo de desenvolvimento científico-tecnológico brasileiro. Apoio: FAPESP e CNPq.

Bolsa de Iniciação Científica

Fluxo Contínuo

Destina-se a alunos de graduação em instituições de ensino superior localizadas no Estado, para desenvolvimento de pesquisa científica (IC) ou tecnológica (IT) sob a direção de um orientador com título de doutor ou qualificação equivalente, avaliado por sua súmula curricular. O aluno já deve ter concluído um número suficiente de disciplinas relevantes para o desenvolvimento do projeto de pesquisa.


Bolsa Jovens Pesquisadores

Fluxo Contínuo

A finalidade do Programa Jovens Pesquisadores em Centros Emergentes (JP-FAPESP) é possibilitar a criação adequada de oportunidade de trabalho para jovem pesquisador ou grupo de jovens pesquisadores de grande potencial, de preferência em centros emergentes de pesquisa.


Bolsa de Mestrado

Fluxo Contínuo

A Bolsa de Mestrado da FAPESP destina-se a alunos regularmente matriculados em programas de pós-graduação stricto sensu de instituições Públicas ou privadas do Estado de São Paulo para o desenvolvimento de projeto de pesquisa que resulte em dissertação. O orientador deve ter título de doutor ou qualificação equivalente, avaliada por sua súmula curricular. A responsabilidade pelo projeto cabe principalmente ao orientador, mas o candidato deve participar intensamente de sua elaboração e estar capacitado para discuti-lo e analisar os resultados.


Bolsa de Doutorado

Fluxo Contínuo

A Bolsa de Doutorado da FAPESP destina-se a alunos regularmente matriculados em programas de pós-graduação stricto sensu de instituições Públicas ou privadas do Estado de São Paulo para o desenvolvimento de projeto de pesquisa que resulte em tese. O orientador deve ter título de doutor ou qualificação equivalente, avaliada por sua súmula curricular. A responsabilidade pelo projeto cabe principalmente ao orientador, mas o candidato deve participar intensamente de sua elaboração e estar capacitado para discuti-lo e analisar os resultados.


Bolsa de Doutorado Direto

Fluxo Contínuo

A Bolsa de Doutorado Direto da FAPESP se destina a alunos regularmente matriculados em programas de pós-graduação stricto sensu de instituições públicas ou privadas do Estado de São Paulo, sem o título de mestre, para o desenvolvimento de projeto de pesquisa que resulte em tese. O orientador deve ter título de doutor ou qualificação equivalente, avaliado por sua súmula curricular. A responsabilidade pelo projeto cabe principalmente ao orientador, mas o candidato deve participar intensamente de sua elaboração e estar capacitado para discuti-lo e analisar os resultados.


Bolsa de Pós-Doutorado

Fluxo Contínuo

A Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP tem por objetivo criar as condições para a incorporação temporária a grupos de pesquisa ativos no Estado de São Paulo de cientistas muito promissores, que tenham obtido o título de doutor há menos de 7 (sete) anos e que sejam aprovados no rigoroso processo de seleção da FAPESP.


Bolsa Estágio de Pesquisa no Exterior (BEPE)

Fluxo Contínuo

Apoiar a realização de estágios de pesquisa de curta e média duração, por bolsistas da FAPESP de Iniciação Científica, Mestrado, Doutorado/Doutorado Direto e Pós-Doutorado, no exterior. O estágio de pesquisa no exterior é obrigatoriamente parte integrante de bolsa de pesquisa no país, não podendo ser solicitado independentemente. Esse apoio se dará na forma da concessão de Bolsas Estágio de Pesquisa no Exterior, com duração variável, de acordo com a modalidade de bolsa usufruída pelo candidato.


Bolsa de Pesquisa no Exterior (BPE)

Fluxo Contínuo

A bolsa é concedida a pesquisador com título de doutor ou qualificação equivalente, comprovada por sua súmula curricular, para a realização de atividades de pesquisa em instituição no exterior.


Bolsa de Jornalismo Científico

Fluxo Contínuo

O Programa José Reis de Incentivo ao Jornalismo Científico (Mídia Ciência) foi lançado em outubro de 1999 para estimular a formação de profissionais capazes de lidar com informação sobre ciência e tecnologia na grande imprensa, na imprensa especializada, na internet ou em áreas de comunicação de instituições de ensino e pesquisa.


Bolsa Ensino Público

Fluxo Contínuo

O Programa de Melhoria do Ensino Público da FAPESP apoia pesquisas que tenham como objetivo contribuir para a melhoria da qualidade do ensino público no Estado de São Paulo.


Participação em Reunião Científica e/ou Tecnológica

Fluxo Contínuo

O auxílio destina-se a financiar parcialmente a participação de pesquisadores do Estado de São Paulo em reuniões científicas ou tecnológicas, no Brasil ou no exterior, para a apresentação de trabalho de sua autoria, não publicado, resultado de projeto de pesquisa financiado pela FAPESP, que exponha resultados inéditos de pesquisa.


Organização de Reunião Científica e/ou Tecnológica

Fluxo Contínuo

Destina-se a alunos de graduação em instituições de ensino superior localizadas no Estado, para desenvolvimento de pesquisa científica (IC) ou tecnológica (IT) sob a direção de um orientador com título de doutor ou qualificação equivalente, avaliado por sua súmula curricular. O aluno já deve ter concluído um número suficiente de disciplinas relevantes para o desenvolvimento do projeto de pesquisa.


Publicações

Fluxo Contínuo

O auxílio oferece financiamento para a publicação de periódicos, artigos e livros que exponham resultados originais de pesquisa realizada por pesquisador com título de doutor ou qualificação equivalente, vinculado a instituição de ensino superior e pesquisa, pública ou privada, no Estado de São Paulo.


Pesquisador Visitante

Fluxo Contínuo

O auxílio Pesquisador Visitante destina-se a cobrir, total ou parcialmente, as despesas referentes à visita de pesquisador experiente, vinculado a instituição de pesquisa do exterior ou do Brasil a uma instituição de pesquisa no Estado de São Paulo, por um período contínuo e não superior a um ano. O objetivo principal é viabilizar a colaboração entre pesquisadores no desenvolvimento de projetos de pesquisa em andamento, ou a ponto de serem iniciados, na instituição anfitriã.


Auxílio à Pesquisa – Regular

Fluxo Contínuo

O auxílio Regular oferece financiamento para projetos de pesquisa individuais a serem desenvolvidos sob a responsabilidade de um Pesquisador Responsável com título de doutor ou qualificação equivalente avaliada por sua súmula curricular, vinculado a entidades de ensino superior e pesquisa, públicas ou privadas, no Estado de São Paulo.


Projeto Temático

Fluxo Contínuo

A modalidade Projeto Temático destina-se a apoiar propostas de pesquisa com objetivos suficientemente ousados, que justifiquem a duração de até cinco anos e as condições especialmente favorecidas de apoio e financiamento, incluindo a possibilidade de concessão de solicitações complementares vinculadas ao projeto.


Reparo de Equipamentos

Fluxo Contínuo

O auxílio destina-se a reparo de equipamento relevante para a execução de projeto de pesquisa em instituição no Estado de São Paulo.


FAPESP/BBSRC Pump-Priming Award (FAPPA)

Fluxo Contínuo

O objetivo da chamada é propiciar um mecanismo de curto prazo para apoiar o desenvolvimento de novas parcerias entre grupos de pesquisa do Estado de São Paulo, financiados pela FAPESP, e grupos de pesquisa patrocinados pelo BBSRC, no Reino Unido.


40/2016 - DFG Research Grant

Fluxo Contínuo

The joint proposal must have two principal investigators, one in São Paulo and one in Germany. They will be the central contact for the project management towards FAPESP and DFG, respectively. The proposal must be written in English.


41/2016 - DFG/Fapesp Coordinated Programmes

Fluxo Contínuo

FAPESP and DFG offer funding for bilateral jointly coordinated programmes, such as bilateral research training groups, research units as well as collaborative research centres. Groups of researchers from Germany and from the State of São Paulo, Brazil, wishing to perform a coordinated project within those funding lines should follow the description of the joint programme below and the guidelines of the respective programmes at DFG and FAPESP. All programmes follow a 2-stage procedure on the basis of a draft proposal and a full proposal at DFG.


42/2015 - EU-Brazil on Advanced Lignocellulosic Biofuels

Fluxo Contínuo

Horizon 2020 (H2020) is the European Union Research and Innovation program offering nearly € 80 billion of funding over 7 years (2014 to 2020). H2020 proposals can include researchers, academic and non-academic institutions (including enterprises) from countries outside the European Union (EU). However, while the EU will fund the participation of partners from EU enlargement and neighboring countries and from developing countries, it does not automatically fund the partners from industrialized countries and emerging economies such as Brazil. Proposal must be written in English.


CONSITEC - Consórcios Setoriais para Inovação Tecnológica

Fluxo Contínuo

O Consórcios Setoriais para Inovação Tecnológica (ConSITec) foi criado em 2000 com o objetivo de estimular a colaboração entre grupos de pesquisa ligados a instituições paulistas e aglomerados de empresas de um mesmo setor para resolver problemas tecnológicos de interesse comum. As propostas de pesquisa devem permitir interação abrangente e sustentável por prazos mais dilatados. O programa oferece auxílios para a implantação e modernização da infraestrutura de laboratórios de grupos voltados para a pesquisa tecnológica instalados em uma ou mais instituições de pesquisa e também concede auxílios individuais a pesquisadores.


PITE-FAPESP - Programa de Apoio à Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica 

Fluxo Contínuo

O Programa de Apoio à Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica (PITE) destina-se a financiar projetos de pesquisa em instituições acadêmicas ou institutos de pesquisa, desenvolvidos em cooperação com pesquisadores de centros de pesquisa de empresas localizadas no Brasil ou no exterior e cofinanciados por estas. O Programa tem como objetivo intensificar o relacionamento entre universidades/institutos de pesquisa e empresas, por meio da realização de projetos de pesquisa cooperativos e cofinanciados.


Programa de Pesquisa em Políticas Públicas

Fluxo Contínuo

O Programa de Pesquisa em Políticas Públicas destina-se à apoiar projetos de pesquisa aplicada que visem a produção e a sistematização de conhecimentos diretamente relevantes para a formulação e a implementação de políticas públicas de significativa importância social, desenvolvidos em parceria com as instituições responsáveis pela sua implementação, cujos resultados tenham impacto no Estado de São Paulo. O programa reúne Institutos de Pesquisa, Universidades e organismos do Setor Público Estadual (Secretarias Estaduais e Municipais, Empresas Estatais e Prefeituras), do Setor Público Federal e organismos do Terceiro Setor (Fundações e Organizações Não Governamentais).