Atualidades

GEMMACK é homenageado após conquista do primeiro lugar em competição

Também foram realizados dois painéis relacionados à formação do novo profissional do Direito

19.11.201918h00 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

No início da noite de segunda-feira, dia 18 de novembro, o Grupo de Estudos em Mediação (GEMMACK) da Faculdade de Direito (FDir) da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM) foi homenageado após vencer a X Competição Brasileira de Arbitragem e Mediação Empresarial, considerada a maior da América Latina. Ao todo, 27 equipes de Medição e 70 equipes em Arbitragem participaram da disputa. A celebração aconteceu no auditório MackGraphe, campus Higienópolis, durante o workshop O papel da Universidade Presbiteriana Mackenzie na formação do novo profissional do Direito.

A professora Regina Jorgeti, responsável pelo Grupo em Mediação da UPM, explicou como funciona a competição: um caso fictício é disponibilizado para todos os competidores. Os alunos estudam as matérias relacionadas ao caso, realizam pesquisas, estabelecem estratégias e elaboram um plano de mediação. Durante a competição são realizados painéis orais entre as equipes e fornecidas informações confidenciais em cada uma das etapas. O avanço na competição acontece conforme as etapas dos painéis  são superadas, até chegar a um vencedor. “A equipe mackenzista ganhou o primeiro lugar como  melhor equipe de negociadores, e a equipe de Arbitragem ficou entre as oito melhores”, destaca ela.

As atividades desenvolvidas na competição, envolvendo métodos e dinâmicas autônomas, estimulam o trabalho em equipe, protagonismo estudantil, a capacidade de aprender outras disciplinas e desenvolver habilidades exigidas pelo mercado de trabalho, segundo Regina. “Um aspecto muito interessante é que os alunos são supervisionados pelos professores, mas o treinamento das equipes é feito por alunos e antigos alunos, que já foram competidores e agora atuam como coaches nessas competições, valorizando o 'espírito mackenzista'”, completa.

O Grupo de Estudos em Arbitragem (GEAMACK) da FDir, coordenado pelos professores Daniel Tavela e Ronaldo Vasconcelos, também foi homenageado durante a cerimônia. Vasconcelos conta que o grupo foi uma iniciativa dos alunos, abraçada e organizada pelos professores, e que as competições buscam “aproximar o máximo do que é aplicado em sala de aula para a atividade prática dos alunos, viabilizando que sejam bons profissionais no futuro”. 

Os dois meios adequados de resolução de conflitos, Mediação e Arbitragem, apresentam a figura de um terceiro, porém, na Mediação, ele representa um facilitador que auxilia as partes no diálogo e na busca por soluções e, na Arbitragem, retrata um ou vários juízes arbitrais, responsáveis pela decisão.

Natalia Vargas participou do GEAMACK em dois momentos diferentes, como aluna, em duas competições, e atualmente como coach. O trabalho do coach, de acordo com ela, é acompanhar e auxiliar os alunos na preparação da fase escrita e oral. “Na etapa escrita, ajudamos na parte de pesquisa e redação, que tem muita importância porque é uma fase bastante densa e aprofundada. Depois temos a etapa oral, que preparamos os alunos com o desenvolvimento da oratória, que inclui argumentação e retórica”, explica. 

Uma das competidoras da equipe de Mediação, Fernanda Paluan, aluna do oitavo semestre, descreveu o sentimento de ser homenageada: “Me sinto muita grata por todo o esforço que toda a equipe dedicou a esse projeto”. Ela também contou que no GEMMACK desenvolveu principalmente sua oratória e, por causa disso, hoje tem mais desenvoltura para falar em público. Além disso, considera importante o contato obtido com diversas outras áreas do Direito, em função do caso dado aos alunos. “É muito enriquecedor, todo mundo deveria participar de competições acadêmicas”, finaliza ela.