Atualidades

Reflexão crítica é a essência da Educação Transformadora

Evento de abertura do I Fórum de Aprendizagem Transformadora tratou sobre adaptação a mudanças e necessidade de questionamento

03.08.202014h00 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

Começou nesta segunda-feira, 03 de agosto, o I Fórum de Aprendizagem Transformadora e Planejamento Pedagógico, organizado pela Pró-Reitoria de Graduação (PRGA) da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM) e realizado on-line. Voltado para professores e profissionais da área educacional, o evento discutiu mudanças de paradigma impostas pela pandemia da covid-19 e a necessidade de uma Educação Transformadora. 

A primeira palestrante do evento foi a professora da University of Columbia, nos Estados Unidos, Victoria Marsick, que abordou os conceitos relacionados à Educação Transformadora. Para ela, toda transformação está relacionada a um processo de avaliação de significados, conceitos e situações que vivemos. 

“Algumas das premissas e a forma que entendemos as coisas costumam acompanhar o contexto que vivemos, mas podemos ter interpretações erradas. O aprendizado transformativo nos leva a questionar essa interpretação anterior e criar um novo entendimento da experiência de cada um para guiar as nossas ações no futuro”, afirmou a professora.

Por isso, para Marsick, a reflexão crítica é a essência da Educação Transformadora, que é a “consideração ativa, persistente e cuidadosa de qualquer premissa de conhecimento dentro das bases que a apoiam para conclusão que levam”. De acordo com ela, esse período de pandemia levou professores ao redor do mundo a se transformarem para se adaptarem ao ensino on-line. “Nesse processo, a gente começa a transformar nossas referências ou os significados dentro dos quais criamos as nossas perspectivas”. explicou.

O Fórum vai até o dia 07 de agosto e, ao longo do evento, serão tratados diversos assuntos relacionados à Educação e Transformação. 

Abertura

A cerimônia de abertura oficial do evento contou com a presença on-line de autoridades mackenzistas da Universidade e também do Instituto Presbiteriano Mackenzie (IPM).

O Chanceler do Mackenzie, Reverendo Robinson Grangeiro Monteiro, afirmou que a aprendizagem só é possível se os educadores forem transformados e viverem em um constante processo de reflexão crítica. “Jesus chama educadores a serem instrumentos de transformação. Ninguém educa se não for educado e ninguém transforma se não for transformado”, declarou. 

O reitor da UPM, Marco Tullio de Castro Vasconcelos, que também esteve presente na abertura do Fórum, saudou os professores com uma mensagem de incentivo para o começo de semestre, após o período de adaptação aos novos processos de aprendizagem com as mudanças provocadas pela pandemia do novo coronavírus. “Estamos mais fortes, sem as surpresas que nos foram aparecendo e exigindo modificações em nossas práticas”, afirmou o reitor.

Ainda estiveram presentes no evento, o Diretor de Desenvolvimento Humano e Infraestrutura do IPM, José Francisco Hintze; e a Pró-Reitora de Graduação, Janette Brunstein.