grupo de amigos sentados juntos e sorrindo

Nova parceria entre Mackenzie e EducationUSA ajuda em mobilidade acadêmica aos EUA

Órgão oficial auxiliará mackenzistas a encontrar cursos de longa e curta duração no exterior  

25.08.202014h00 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

A Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM) firmou uma parceria com o órgão oficial do governo americano para estudos nos Estados Unidos, o EducationUSA, com o objetivo de estimular os estudantes da graduação e da pós-graduação a procurarem cursos de curta e de longa duração em instituições nos Estados Unidos. O convênio foi estabelecido em junho deste ano e vem em linha com o projeto de internacionalização da Universidade, oferecendo mais opções e facilidades aos alunos que queiram complementar seus estudos e viver uma experiência acadêmica e pessoal diferenciada.  

Pela parceria, os estudantes terão à disposição um centro de orientações para tirar todas as dúvidas relacionadas aos estudos em solo norte-americano. Além disso, uma série de eventos gratuitos serão realizados na UPM e de modo on-line. Estudantes poderão tentar vagas em programas de graduação e pós-graduação (Mestrado e Doutorado), cursos de extensão e programas de inglês. Para ficar por dentro dos diversos processos, o EducationUSA disponibiliza uma série de vídeos gratuitos, com os passos para estudar nos Estados Unidos.  

De acordo com os orientadores Educacionais do EducationUSA São Paulo, Luane Casagrande e David Medeiros Neves, que atuam junto à Coordenadoria de Cooperação Internacional e Interinstitucional (COI) da UPM, o primeiro passo para estudar no exterior é o que provoca mais dúvidas e é onde a parceria mais deve atuar: a hora de escolher a universidade certa, de acordo com os objetivos do estudante.

“É sugerida uma pesquisa aprofundada das instituições, de modo que o candidato possa montar uma lista que contenha instituições alinhadas com o propósito de sua candidatura. O estudante deve sempre pensar em quais são os seus objetivos e suas prioridades e buscar universidades que se encaixem nessas condições”, afirma Neves.

Dentre os serviços oferecidos aos mackenzistas estão a tradução certificada de documentos para fins educacionais, como históricos escolares e diplomas, exigidos no processo de candidatura às universidades norte-americanas, e orientações individuais personalizadas. “Nos atendimentos individuais, o orientador da Rede EducationUSA consegue abordar aspectos específicos sobre o processo de aplicação de cada aluno, além de revisar essays e currículos, entre outros elementos da candidatura”, destaca Casagrande. 

O EducationUSA possui mais de 430 escritórios, afiliados ao Departamento de Estado Americano, em mais de 170 países. Ao todo, mais de 4,7 mil instituições norte-americanas poderão ser procuradas pelos estudantes, de acordo com os objetivos do aluno. Para saber mais, os interessados podem acessar a página da parceria no site do Mackenzie e no próprio site do EducationUSA, ou entrar em contato pelo e-mail saopaulo@educationusa.org, ou ainda pelos telefones: (11) 2766-7908 e (11) 2766-7909.  

Eventos Gratuitos 

Para auxiliar no processo de escolha, a parceria irá proporcionar uma série de eventos gratuitos como palestras e eventos com universidades americanas, em que representantes de instituições de ensino superior nos EUA apresentam informações importantes sobre a aplicação a programas de estudos e falam sobre suas instituições. A agenda completa está disponível no site.

“Recomendamos que os interessados fiquem atentos às nossas redes sociais (FacebookInstagram e YouTube) para não perderem nenhuma novidade”, relembra Casagrande. 

Além disso, os Plantões EducationUSA, sessões em que orientadores da Rede se disponibilizam para responder dúvidas gerais e explicar detalhes sobre estudos nos EUA, também serão oferecidos aos mackenzistas. “Esses encontros são importantes, pois permitem ao estudante entender o funcionamento do sistema de ensino norte-americano, bem como o processo de candidatura para as instituições”, completa Neves.

E aí, quer estudar nos Estados Unidos e saber mais? Acesse aqui e planeje seu próximo passo internacional.