Ministério Público do Trabalho com três pessoas na mesa.
Responsabilidade Social

Alunos do Mackenzie Campinas visitam Ministério Público do Trabalho

Universitários conhecem áreas de atuação do MPT na cidade

17.05.201913h12 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

Na última terça-feira, 14 de maio, os alunos de Direito do Centro de Ciências e Tecnologia (CCT) de Campinas, da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM), realizaram uma visita à sede do Ministério Público do Trabalho (MPT) de Campinas. A turma foi recebida por Catarina von Zuben, responsável nacional pela Coordenadoria Nacional de Erradicação do Trabalho Escravo (CONAETE). Desta atividade, participaram alunos de Direitos Humanos e Direito do Processo do Trabalho do curso.

A procuradora fez uma apresentação das áreas de atuação do MPT, passando pelas atribuições do órgão e pelas oito coordenadorias temáticas. Ela abordou a conceituação do trabalho análogo ao de escravo, a previsão penal para quem comete o crime, a legislação internacional existente sobre o tema e os resultados da atuação do MPT e das instituições fiscalizadoras no combate à chaga.

Os alunos também tiveram a oportunidade de conhecer as instalações da Procuradoria e foram presenteados com um exemplar do livro Combate ao Trabalho Escravo: conquistas, estratégias e desafios, organizado por Cristiano Paixão e Tiago Muniz Cavalcanti.

A visita foi organizada pelo professor de Direitos Humanos da UPM Campinas, Edi Aparecido Trindade, que ressaltou a importância de se proporcionar vivências desse tipo para a melhor formação dos alunos.