autoridades de pé, posando para foto
Atualidades

Mackenzie e Universidade de Birmingham assinam entendimento

Documento aproxima ainda mais as instituições que já tiveram pesquisadores trabalhando em colaboração

10.10.201917h27 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

Em encontro realizado nesta quinta-feira, 10 de outubro, o reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM), Benedito Guimarães Aguiar Neto, assinou um memorando de entendimento junto ao professor Carmel Mevorach, neurocientista da Faculdade de Psicologia da Universidade de Birmingham (Inglaterra), que esteve representando a instituição estrangeira. O acordo assinado entre as universidades ocorreu no campus Higienópolis do Mackenzie e visa maior aproximação das instituições de ensino, que já tiveram pesquisadores trabalhando de maneira colaborativa antes.

“Pessoalmente, estou muito feliz de estar aqui. Agradeço a cada pessoa envolvida. Para nós, da Birmingham, essa parceria é muito importante e uma de nossas metas estratégicas, pois queremos expandir o número dos nossos estudantes que realizam uma experiência internacional”, conta Mevorach sobre a assinatura. O professor comenta que apesar de sua instituição já ter diversas parcerias ao redor do mundo, o Mackenzie é novo para eles, por isso estão empolgados. “Já colaboramos em estudos, artigos e pesquisas, foram relações pessoais que viraram institucionais. Acredito que nossas colaborações terão muito impacto no futuro da ciência e estudos psicológicos”, complementa.

Para Aguiar Neto, a colaboração entre a Universidade de Birmingham e o Mackenzie será muito frutífera, tendo em vista os estudos já realizados e as áreas correlatas de pesquisa. “Temos como exemplo o nosso Programa de Pós-Graduação em Distúrbios do Desenvolvimento (PPGDD), do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), com professores e pesquisadores de alta performance”.

Quanto à expansão do projeto de internacionalização do Mackenzie, o reitor da UPM diz que no momento temos cerca de 300 instituições em cooperação com o Mackenzie. “E Birmingham é muito bem-vinda, pela sua qualidade e relevância para engrandecer a área da pesquisa”.

Início das relações

A professora do Programa de Distúrbios do Desenvolvimento, Cristiane Silvestre de Paula, ressalta a importância da assinatura, que ela vê com um carinho especial, pois foi uma das pesquisadoras envolvidas nos estudos em colaboração sobre treinamento de atenção em crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA) como abordagem para melhorar o desempenho escolar. “Trabalhamos muito duro. Já temos artigos e trabalhos juntos, e ver um memorando de entendimento de colaboração é muito gratificante”, comemora ela.

Participaram ainda do encontro de assinatura: Paulo Batista Lopes, pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UPM; Maria Cristina Triguero Veloz Teixeira, coordenadora Geral da Pós-Graduação Stricto Sensu; Maria Luisa Mendes Teixeira, coordenadora de Pesquisa (COPq); Berenice Carpigiani, diretora do CCBS; Maria Campos Lage, responsável pela Coordenadoria de Cooperação Internacional e Interinstitucional (COI); Alessandra Gotuzo Seabra, coordenadora do PPGDD; Décio Brunoni e Luiz Renato Rodrigues Carreiro, professores do PPGDD; e Simone Freitas Fuso, professora e representante acadêmica internacional do CCBS.