Atualidades

MackGraphe em parceria com indústria têxtil

Centro de pesquisa do Mackenzie estuda aplicação do grafeno em tecidos automotivos da Dini Têxtil

08.02.201912h40 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

Centro de pesquisa do Mackenzie estuda aplicação do grafeno em tecidos automotivos da Dini Têxtil

O MackGraphe (Centro de Pesquisas Avançadas em Grafeno, Nanomateriais e Nanotecnologias) da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM) fechou parceria inédita com a Dini Têxtil, empresa especializada na fabricação e distribuição de tecidos automotivos. A parceria abarca um projeto de pesquisa na área de compósitos voltado para aplicação de grafeno aos polímeros dos fios que formam os tecidos. De acordo com Guilhermino José Macêdo Fechine, professor da Escola de Engenharia (EE) da UPM e coordenador da área de compósitos dentro do MackGraphe, “o principal objetivo da pesquisa é aumentar a resistência dos tecidos à abrasividade”.

O projeto dentro do Mackenzie é encabeçado por Ricardo Jorge Espanhol Andrade, pesquisador do MackGraphe, que atuará junto a equipes da Dini Têxtil nessa inovação tecnológica. “Ao todo, são quatro pesquisadores do Mackenzie envolvidos na parceria, que tem metas e objetivos periódicos para apresentar resultados na aplicação do grafeno aos fios de poliéster”, destaca Fechine.

O coordenador afirma, ainda, que além dos resultados buscados em relação à resistência do tecido, a aplicação do grafeno aos fios pode trazer outros benefícios. “O mais imediato deles talvez seja o conforto térmico aos usuários dos bancos com esse novo material, vez que uma das propriedades do grafeno é a dissipação térmica”, completa ele. Para o futuro, obtendo sucesso nessa pesquisa, Fechine enxerga até mesmo a possibilidade de inclusão de sensores nos bancos dos veículos que poderiam captar informações relevantes dos motoristas e passageiros, levando-se em consideração a boa condutividade do grafeno.

Dini Têxtil e o Projeto

Parte do mercado global por meio de parcerias na Europa e Ásia, a Dini Têxtil atua desde 1991 nesse setor, tendo iniciado com distribuição, importação e laminação de tecidos, seguiu para o processo de produção em 1997, operando atualmente em Ferraz de Vasconcelos (SP). Metade de sua produção é voltada aos tecidos automotivos e os outros 50% para outras indústrias, como calçados esportivos, segurança, abrasivos e filtros, e exportação. Seus produtos são usados em bancos, tetos, cortinas e cadeirinhas para bebês, etc.

O projeto de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da Dini Têxtil atua com recursos da ordem dos R$ 10 milhões obtidos da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), dos quais cerca de 15% serão investidos no trabalho desenvolvido pelo MackGraphe.

Sobre o MackGraphe

Centro de Pesquisas Avançadas em Grafeno, Nanomateriais e Nanotecnologias da Universidade Presbiteriana Mackenzie iniciou suas atividades em 2013, mas foi em março de 2016 que inaugurou seu novo prédio, com laboratórios e equipamentos avançados. O MackGraphe é um centro associado ao Centre for Advanced 2D Materials (CA2DM), da Universidade Nacional de Cingapura, atuando de forma complementar.

Sustentado por três pilares de atuação: Compósitos, Fotônica e Energia-Sensores, o Centro atua na fronteira da ciência, buscando a inovação para o mercado junto a parceiros e pesquisas aplicadas, além de contribuir sobremaneira para o desenvolvimento dos estudos acadêmicos.

Segundo José Augusto Pereira Brito, diretor do MackGraphe, o Centro visa o incentivo à pesquisa e à inovação, e atua em diversas frentes, colaborando com instituições de ensino internacionais, empresas e entidades públicas para o fomento e o desenvolvimento da tecnologia.

Em sua atuação, o MackGraphe busca controlar processos em todos os estágios do desenvolvimento da tecnologia, desde a modelagem dos nanomateriais até sua aplicação, passando pela síntese, caracterização e integração com outros elementos. Isto é obtido através de uma equipe interdisciplinar de atuação conjunta entre engenheiros, físicos e químicos, entre outros especialistas.