Esporte

De olho nas Paralimpíadas, Daniel Dias vira chave para 2020

Atleta começa planejamento da próxima temporada, após diversas conquistas neste ano

21.10.201918h16 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

Após quebrar diversas marcas em 2019, o nadador Daniel Dias já está em preparação para a temporada de 2020, ano em que serão realizados os Jogos Paralímpicos Tóquio. Para conquistar uma vaga logo na primeira seletiva, o atleta, patrocinado pelo Instituto Presbiteriano Mackenzie (IPM), realizou uma série de mudanças em seus treinamentos.

A mudança mais importante foi uma reestruturação na equipe multidisciplinar, com o retorno do técnico Igor Russi, que já havia sido técnico de Daniel no início de sua carreira, entre 2004 e 2005, e depois em breves retornos em 2012 e 2018. “Estou muito animado em assumir a função oficial de técnico deste grande atleta na temporada mais importante de todas, é uma grande honra e darei meu melhor na borda da piscina, porque sei que ele fará o mesmo na água. Somos um time”, disse o treinador.

Outra mudança na equipe técnica vai ser a chegada do Fabio Neves, que passará a ter responsabilidade total da preparação física. “Conheço o Daniel há cerca de dez anos, mas somente agora nos unimos de vez e estou muito feliz com a oportunidade. Para a temporada 2020, estamos prevendo maior hipertrofia muscular. Estamos priorizando as capacidades físicas básicas como: composição corporal, força, resistência muscular e flexibilidade. Todos os exercícios realizados são adaptados para a sua condição física e específicos para as suas provas. Trabalhamos com um software de controle de carga que gera também vários questionários sobre condições de humor e sono”, disse Neves.

Além disso, Daniel Dias contará com os cuidados da Dra. Simony Chiaperini, responsável pela área médica. Ela atuará em harmonia com a nutricionista Juliana Magrini.

O nadador encerrou 2019 de forma bastante vitoriosa: ele chegou à marca de 40 medalhas conquistadas em Campeonatos Mundiais e manteve os 100% nos Jogos Parapan-Americanos, conquistando seis ouros na edição de Lima, no Peru. Neste ano, seguia o programa de treinamento da Seleção Brasileira de Natação, mas agora os novos treinadores devem ter maior autonomia.

Seletivas

Daniel Dias terá duas chances para cravar seu nome na Seleção Brasileira pela quarta vez em Jogos Paralímpicos. As seletivas para a conquista dos índices técnicos incluirão uma etapa do World Series, do World Para Swimming (Federação Internacional da Natação Paralímpica) e uma etapa do Circuito Loterias Caixa. O primeiro evento ocorre em março em São Paulo.

Motivação

Campeão paralímpico, Daniel Dias está inspirado para garantir sua vaga na Delegação Brasileira já na primeira seletiva marcada para março e a motivação extra da temporada tem nome: Hadassa. “Tive uma emoção indescritível no Rio 2016 com toda minha família na arquibancada, foi algo muito especial. Agora, tenho ainda a minha filha Hadassa, e quero viver Tóquio com ela também. Tenho sem dúvida uma motivação extra para treinar forte e representar bem o Brasil nesta Paralimpíada. Darei o meu melhor e quero ser um bom exemplo de foco e dedicação para os meus filhos” comenta Dias, sobre a bebê de apenas seis meses.