mulher morena, de máscara e com colete e crachá do MAckenzie, recebe injeção de outra mulher paramentada com máscara, jaleco e touca.

Colaboradores do HUEM são vacinados contra Covid-19

Medida fortalece profissionais que atuam na linha de frente da pandemia

01.02.202111h29 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

Colaboradores do HUEM são vacinados contra Covid-19

Na tarde da sexta-feira, 29 de janeiro, a Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba (PR) enviou uma equipe de vacinação para atender 200 colaboradores do Hospital Universitário Evangélico Mackenzie (HUEM). No saguão do hospital, os funcionários que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus se identificaram e foram vacinados em dois consultórios no primeiro andar.

Os setores enviaram os colaboradores de maneira organizada, o que evitou a formação de grandes filas. Receberam a primeira dose da vacina: médicos, equipe de enfermagem e demais funcionários que atuam de maneira direta com os pacientes com Covid-19, como fisioterapeutas, equipe de hotelaria, profissionais da limpeza, entre outros.

“A vacinação ocorreu sem problemas, foi uma medida acertada para imunizar os profissionais de saúde sem promover grandes aglomerações”, afirma o diretor médico do HUEM, Dr. Jean Francisco.

A vacinação continuou no sábado, 30 de janeiro, para colaboradores das áreas assistencial e de apoio.

Gratidão

A fisioterapeuta Débora Cristina Ferreira Bueno atua diretamente no andar isolado para tratamento à Covid-19. Logo após tomar a vacina, ela destacou que o sentimento era de gratidão. “Não dá nem para explicar, uma sensação de que aos poucos a vida vai voltar ao normal. Eu vi de perto vários óbitos, a equipe enfrentou sem medo. É uma gratidão muito grande poder ser imunizada aqui no local de trabalho”, afirma.

A pediatra Kallynne Parra ficou emocionada após a vacinação. “Esperamos tanto por esse momento, nós que trabalhamos diretamente com pacientes contaminados, estamos expostos diariamente aos riscos, com medo de poder transmitir para nossas famílias. A vacinação representa o começo do fim deste período tão difícil”, ressalta.

Atuação

Desde o início da pandemia, o HUEM isolou todo o quinto andar da instituição para atender pacientes com suspeita ou confirmação de Covid-19. Foram reservados 45 leitos de UTI, 10 leitos de UTI pediátrica, mais 48 leitos de enfermaria adultos, além de 10 leitos pediátricos.

“A vacinação para nós é um alívio, uma esperança. É enxergar mais de perto uma possível resolução desta pandemia. Continuaremos com os cuidados, porém mais renovados para enfrentar esta situação complicada e oferecer sempre o melhor aos pacientes”, destacou o chefe da UTI Covid, Dr. Marcelo Oliveira.

Colaboradora da Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba mostra doses da vacina contra a covid-19.