2012 - Amanda Berger - Direito

Com o estudante de Direito do quinto semestre noturno, inicialmente optei por fazer intercâmbio de seis meses em Coimbra. Devido às vagas limitadas, fui remanejada para a Universidade do Minho, situada em Braga, norte de Portugal. Com conceito inovador, a universidade vem se destacando e com certeza superou minhas expectativas. Os alunos "erasmus" (nome dado a todos que participam de mobilidade internacional), foram bem recepcionados e orientados desde o primeiro dia de aula. Além disso, o SRI - Serviço de Relações Internacionais está sempre à disposição para nos ajudar, facilitando todo o procedimento burocrático.

Como tenho cidadania Europeia, especificamente portuguesa, não precisei de visto. No entanto, os alunos que precisaram resolveram com rapidez no Consulado - a maioria com cerca de um/dois meses de antecedência da viagem. O visto concedido no Brasil para estudantes tem validade de três meses, de modo que todos precisam chegar em Portugal e comparecer à Loja do Cidadão para requerer o visto de Residência. Não fiquei sabendo de ninguém que teve problemas com isso - se a documentação exigida estiver completa, o procedimento é simples.

As aulas têm níveis de dificuldade parecidas com as do Mackenzie - algumas mais complicadas, outras mais simples, depende do professor, curso e ano em que a matéria é lecionada. No entanto, não precisamos nos prender às matérias planejadas inicialmente. Quando chegarem, terão a opção de frequentar às aulas que querem por aproximadamente duas semanas, período de "teste". Após isso, montarão uma nova grade com as disciplinas finais. Essas disciplinas podem ser de outros cursos, desde que relacionadas ao curso principal. É importante que se apresentem como erasmus no começo do semestre à todos os professores - eles informarão o método de avaliação (às vezes diferenciado para intercambistas) e orientarão com trabalhos.

O custo de vida em Braga é bem inferior ao de São Paulo. Para os que optam por morar em alojamentos da faculdade (meu caso), pagam aproximadamente 100 euros por mês para o quarto duplo ou 130 euros para o individual. Dividir apartamento custa em torno de 150 euros por pessoa. Os alojamentos têm o benefício de integrar os alunos, enquanto os apartamentos dão à todos mais liberdade. Aconselho balancearem os prós e contras. Se optarem por apartamento, com certeza encontrarão com grande facilidade (entrem no grupo da Universidade do facebook, sempre há ofertas disponíveis).

A culinária Portuguesa é bem diferente da Brasileira. Carne de vaca aqui é uma raridade. Todos comem muito peixe, porco, batata e pratos regados com azeite. No geral, uma refeição não sai por mais de 7 euros, e a cantina da Universidade oferece almoço e jantar por 2,50 euros de segunda à sábado. Os alunos costumam variar entre cantina (recomendo)/cozinhar em casa/restaurantes. Com o tempo e convivência, refeições partilhadas na casa de amigos se tornarão frequentes, sendo possível fazer um prato mais caseiro e Brasileiro!

Locomoção por aqui não é um problema. Por ser uma cidade pequena, dá pra fazer (quase) tudo a pé. Além disso, ficamos a uma hora de comboio (trem) de Porto, cidade mais agitada e Guimarães, cidade histórica e berço do primeiro Rei de Portugal.

Com relação às viagens, Portugal é um ótimo ponto de partida. Após visitarem as praias lindas de Algarve, comerem os famosos pasteis de Belém e tomarem vinho do Porto, fazer um tour por alguns países europeus é indispensável. Algumas linhas aéreas sempre têm promoções (Ryanair, Easyjet e Transavia) e, com certeza o IESN (International Exchange Erasmus Student Network), grêmio que organiza diversos eventos de integração para os erasmus, proporcionará algumas viagens memoráveis. Apesar de Braga ter ar de cidade pequena, não faltarão festas e eventos. Tem sempre e para todos os gostos!

Este intercâmbio tem superado minhas expectativas - a Universidade, as aulas, a cultura e os amigos com certeza deixarão muita saudade. As recordações são inesquecíveis e o desenvolvimento acadêmico, profissional e principalmente pessoal, imensurável.

É uma oportunidade riquíssima que deve ser aproveitada em todos os sentidos!

Amanda Berger