2017 - Liyeh Myoung - Arquitetura e Urbanismo

Antes de me aplicar à mobilidade internacional em Portugal, fiquei em dúvida se realmente valeria a pena, uma vez que a faculdade a qual estava me aplicando não tinha Arquitetura e Urbanismo, mas apenas Design de Interiores e Equipamento. Contudo, agora, posso afirmar que ver um outro ramo relacionado ao curso abriu minha mente e também o meu gosto por Design.

A cidade que fiquei foi Castelo Branco e, por ser bem pequena, não há muitas coisas culturais acontecendo por lá, como palestras e exposições. Porém o curso em si oferece matérias de ateliês, com uso de madeira e metal, aulas de fotografia e principalmente foca em desenhos a mão livre para a realização dos trabalhos, o que eu achei bem interessante, já que em Arquitetura, querendo ou não, utilizamos mais o computador.

Assim, acho bem válido tentar novas coisas, principalmente no intercâmbio, que foi um momento onde eu realmente tive a chance de experimentar ao máximo: viajar, conhecer novas culturas, um novo ramo e até a mim mesma.

Acredito dessa forma que a experiência da mobilidade foi muito enriquecedora, tanto em termos acadêmicos quanto de desenvolvimento pessoal.