2017 - Daniela Idler Gomes - Administração com enfase em Comércio Exterior

Olá, me chamo Daniela Idler e há poucos dias retornei de Coimbra, Portugal, após cinco meses de mobilidade acadêmica. Estudei no Instituto Politécnico de Coimbra, onde cursei três matérias do curso de Gestão de Empresas, e no Mackenzie estudo Administração com ênfase em Comércio Exterior.

O que me motivou a ir para Portugal é a facilidade em relação ao idioma, assim, as aulas da universidade seriam de melhor compreensão. Apesar de ser um país que fala português, eu pude treinar muito meu inglês devido aos outros Erasmus (como são chamados os intercambistas lá) vindos de diversos países principalmente da Europa.

O instituto Politécnico de Coimbra, onde estudei, é uma universidade muito moderna, dá todos os recursos para que você se sinta em casa. Ela é um pouco afastada do centro de Coimbra: se localiza do outro lado do rio Mondego que corta a cidade, mas com um ônibus eu já estava na faculdade.

Gostei muito das três matérias que realizei. Optei por fazer matérias diferentes que não me dariam equivalência no Mackenzie, mas que aumentariam muito meu aprendizado, como por exemplo Economia Portuguesa e Europeia que meu uma boa noção da parte política e econômica do continente europeu. As notas são dadas de 0 a 20 e a média para passar é 10, e você ainda pode optar por realizar as avaliações durante o semestre ou fazer o exame final.

Portugal como país é maravilhoso e me surpreendeu muito. Há linhas de trem em todo o país, o que facilita na hora de viajar e conhecer as belezas de Portugal que vão desde praias à montanhas com neve. Coimbra é uma cidade receptiva por ser voltada aos estudantes.

Em relação à moradia, aluguei um apartamento com mais duas mackenzistas que também passaram na mobilidade acadêmica para Coimbra. Pagávamos 550 euros em um apartamento de dois quartos muito bem localizado na cidade, mas eu indico ver os apartamentos e moradias pessoalmente, pois muita gente é enganada na internet.

Já o clima foi algo difícil para mim, vivenciei um dos invernos mais fortes de todos os tempos e nós brasileiros não estamos acostumados com isso, foram quatro meses seguidos de temperaturas bem baixas, mais um aprendizado.

O que na minha opinião foi o mais difícil foi o visto, portanto quem está pensando em ir para Portugal comece a ver isso com antecedência pois ultimamente há uma grande demanda pelos mesmos.

Outra coisa que vale a pena ressaltar é a facilidade de viajar pela Europa utilizando companhias aéreas lowcost, com preços de devem ser aproveitados.

Bom, isso foi um resumo de alguns tópicos que achei importante, se precisarem de mais informações podem me mandar um e-mail: daniidler@hotmail.com