A experiencia até agora na Universidade de Évora (Portugal) está sendo ótima, fui bem recebida em setembro/2018 pelo comitê de estudantes em mobilidade e sempre que surge alguma duvida ou questão todos são bem prestativos.

Em relação à parte acadêmica, é possível conhecer outros sistemas de ensino, aprendizado e trabalho, conviver com alunos, professores e funcionários de inúmeras origens, formações, experiências e hábitos. A convivência em sala de aula é boa, e as disciplinas ministradas também.

Meu senso crítico também mudou para melhor. A nova visão de mundo, mas em especial do próprio país, que é possível obter quando moramos em outro lugar, diferente da nossa terra natal, é um diferencial. Após certo tempo vivendo no exterior, é possível criar e aprimorar a capacidade de opinar a respeito da situação em que o Brasil se encontra em relação ao mundo, o que podemos e devemos fazer para melhorá-lo e no que devemos continuar trabalhando para sermos ainda mais competitivos.

A experiência está sendo única e inesquecível. Ter a oportunidade de morar em outro país, com o mesmo idioma, mas tão diferente do nosso, conhecer pessoas de inúmeras nacionalidades, estudar numa excelente universidade, ser independente, é excelente. A principal lição foi dar valor a tudo que temos no Mackenzie e não valorizamos como deveríamos, principalmente a questão do sistema de ensino, os professores e toda infraestrutura.