Tudo começou quando um colega de classe, durante uma aula no laboratório de informática, comentou que havia conseguido uma bolsa para estudar durante um semestre em Portugal, por meio do programa de intercâmbio oferecido entre a parceria da UPM e o banco Santander.

Conversa vai, conversa vem quando questiono este meu colega se havia algum programa de intercâmbio oferecido pela universidade que oferecesse alguma oportunidade para estudar em Paris, pois dois dos meus grandes amigos de infância estavam lá justamente para um programa de intercâmbio acadêmico. Neste mesmo instante abrimos a planilha com a relação das universidades parceiras da UPM no programa do fluxo contínuo, e lá estava ela, PSB Paris School of Business.

No término daquela aula no laboratório decidi que aplicaria no próximo processo seletivo do fluxo contínuo para a PSB. Exato um ano após esta decisão, estava eu no portão de embarque do Aeroporto de Viracopos me preparando para o embarque do próximo vôo para a capital francesa. Mal sabia que havia tomado umas das maiores e melhores decisões da minha vida, e que definitivamente eu não seria mais o mesmo após esta experiência.

A infraestrutura e o corpo docente de ponta oferecido pela PSB, o contato direto e a interação com colegas de todos os cantos do mundo (literalmente todos os cantos...encontrei por exemplo um pessoal do Nepal e das Filipinas no campus) e a vivência em uma cultura extremamente diferente da nossa, fez com que a minha mentalidade e percepção sobre o atual mundo dos negócios evoluísse como nunca antes.

E para fechar essa incrível experiência, como um grande fã de automobilismo, ao término das aulas na PSB realizei um antigo sonho de visitar o Principado de Mônaco, ao sul da França. Ou seja, todo esforço e investimento realizado durante os preparativos e nos processos de seleção do COI valeram 10.000% a pena. Uma simples decisão, naquela ordinária aula no laboratório, fez com que eu tivesse a mais fantástica e memorável experiência na minha vida até hoje.