2008 - Carol Santos Moreira - Direito

Prezados:

Primeiramente gostaria de parabenizar o Mackenzie pelo vasto número de parcerias ao redor do mundo, com certeza é um diferencial que deve ser explorado. Isso demonstra que os alunos que estão lendo esse depoimento, foram realmente atrás de uma oportunidade no exterior, pois o processo não é divulgado.

Há muito tempo pensei em um Intercâmbio, porém apenas ano passado me dei conta dessa necessidade para entrar no Mercado, a "ficha caiu", quando exigiram uma melhor fluência no meu inglês dentro do escritório que eu trabalhava. Assim, comecei a pesquisar as possibilidades, confesso que foi tudo muito rápido e talvez sem a devida precaução com os custos e possibilidades aqui.

Em dúvida entre Coimbra e Albany, optei pela segunda, simplesmente pela questão de aperfeiçoamento da língua (em que certo ponto, foi a escolha correta). No Brasil, fui atrás de toda documentação exigida, dentro do Mackenzie mesmo é necessário lembrar que as secretarias exigem um certo tempo para providenciar os históricos e tal.

Após entregar a documentação toda (e para Albany em especial, precisam de um documento do banco, atestando que você tem condição financeira suficiente para bancar o semestre)  e passar pela entrevista no Mackenzie (que foi bem tranquila), precisei correr atrás do visto (após pagar as duas taxas de U$ 100, 00). Mostrando que domina o idioma, com documentos e a carta de aceitação da faculdade é fácil (após esperar 4 horas na fila do Consulado).

Albany é a capital do estado de NY, localizada ao norte, há mais ou menos 3 horas de NYC, 4 horas de Boston (ônibus ou trem). Basicamente é reconhecida pela Universidade e política, porém está bem distante da realidade paulistana, sendo bem tranquila e até monótona... Há uma certa ilusão de ser agitada por estar tão próxima de NYC e por ser capital, pela maioria dos intercambistas daqui.

A Universidade tem uma ótima infra-estrutura, várias bibliotecas com inúmeras obras, plantões, acesso à internet em todos os departamentos, atlética, dormitórios, refeitórios... As aulas podem ser escolhidas aqui mesmo, e ser registradas com o próprio instrutor de cada departamento, mas aconselho verificar tudo isso com muita calma. Eu acabei me arrependendo de algumas matérias que escolhi, só que já era tarde. Uma outra coisa que é importante ser dita: nós não podemos assistir aula em Law School, pois o Sistema é diferente, assim é necessário escolher matérias de Direito mas dentro de outras áreas (ex. Business Law e Micro, Trust and State Law e Macro Economia, as matérias que escolhi são do depto. de Business).

As aulas são fáceis de ser acompanhadas de modo geral. Mas aqui temos uma rotina acadêmica muito diferente  com a que estava acostumada com o Mackenzie. É necessário fazer "tarefa", e os trabalhos são com outros focos, há plantões de duvida, controle de presença (tudo lembra bastante a "high school"). Os professores são de fácil acesso, porém o Mackenzie tem um estudo muito mais aprofundado e focado.

O clima é muito rigoroso, assim quem vier no inverno, é preciso estar preparado para enfrentar o frio de até - 20 graus Celsius. Neva o tempo todo, é praticamente impossível ficar do lado de fora, porém é tudo adaptado com aquecimento (assim não esquecer de trazer roupa cotidiana normal). A comida é bem diferente da nossa (muita fritura, hambuguer, etc), nada que não sabíamos também. Apesar de todas as conjunturas acabei ainda emagrecendo 3 kilos, pois não me adaptei muito ao gosto e tempero aqui usado.

Em relação aos custos, caso haja intenção de vir passar o semestre aqui, se prepare pra colocar a mão no bolso. Realmente os custos aqui são bem elevados, e não há comparações com o que pagamos de mensalidade no Brasil. Além de considerarmos o câmbio, existem despesas com seguro de saúde obrigatório, taxas mandatórias, moradia e alimentação. Até o momento estima-se que gastei pelo menos U$ 7500 apenas com a Universidade, para um semestre de quatro meses.

Dessa forma, acabei alterando os planos iniciais de morar nos dormitórios da faculdade (pois o valor mínimo requerido é de U$ 2677 por quatro meses, sendo vinculado a obrigatoriedade de pagar o plano de alimentação de pelo menos U$ 1750). Estou morando em uma casa próxima ao centro de Albany, na qual aluguei um quarto no valor mensal de U$ 400 (o que é vantagem pois além de economizar, há um quarto apenas seu, cozinha, sala e a possibilidade de conhecer muitos estudantes internacionais).

Em relação à trabalho, com o visto que viemos, podemos trabalhar legalmente por 20 horas semanais dentro do campus. Porém, as opções aqui são bem raras, pelo menos durante esse semestre eu diria que foram praticamente impossíveis. Eu busquei em todos departamentos, academia, biblioteca e restaurantes dentro do campus, infelizmente não consegui, pois todos os cargos estavam ocupados. Em média o salário-base é de U$ 7 a hora trabalhada.

Gostaria de ressaltar a importância de se cuidar por aqui, a questão de segurança é muito importante, e o campus e a cidade não são bem protegidos (qualquer um pode entrar). Ocorreram uns incidentes bem desagradáveis, como furtos, telefonemas e até ameaças. Assim, todo cuidado é pouco, a grande impressão de cidade pacata engana. Sempre cuidar dos pertences, andar em grupo e tomar precauções.

Para terminar, gostaria de dizer que a experiência no total foi válida, que nesses poucos meses consegui melhorar muito meu inglês, fiz uns contatos muito importantes, conheci um tiquito da cultura americana, farreei um pouquinho, fiz amigos de verdade (de todos cantos do mundo), consegui participar de um Congresso na Área de Direito Concorrencial em Washington, conheci algumas cidades ao redor...

A minha ultima sugestão à COI é: tentar estreitar essa parceria, com uma maior propaganda dos cursos do Mackenzie no exterior, pois pela experiência que eu tive aqui, há muitas universidades na Europa que têm um intercâmbio mais ativo, ou seja, acabam mandando mais alunos, assim, mesmo a faculdade sendo particular, há uma bolsa. E pelo que eu tenho visto por aqui, há estudantes interessados em estudar no Brasil por um semestre.

Meu e-mail é carolsanm@yahoo.com.br, sintam-se à vontade, vai ser um prazer ajudá-los.

Atenciosamente,

Carol Moreira