Me chamo Matheus Miguel, tenho 20 anos, e estudo Direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. De início, é de extrema importância apontar o fato de que, sem as oportunidades oferecidas pela Universidade e, consequentemente, pela COI, meu sonho estaria longe de ser concretizado. Desde que ingressei na UPM, mais que grupos de estudos e estágios, meu ponto principal era o intercâmbio. Para isso, foquei sempre em manter minha média acima do ordinário e em participar de atividades extracurriculares.

O primeiro passo era reunir todos os documentos necessários, aplicar minha candidatura e esperar. Pareciam anos de espera em razão da ansiedade, mas finalmente chegou a notícia de aprovação. Quanto mais perto da data de partida, mais apreensivo eu ficava. Inúmeras perguntas surgiam na cabeça, enfrentar um novo mundo sozinho não parecia fácil. Então, com a persistência e a vontade de realizar um sonho, chegou a data de partida à Universidade Autônoma de Barcelona (UAB). Desde a minha chegada, foi nítida a atenção que a UAB fornecia aos alunos de intercâmbio, assim como a organização de palestras, apresentações e reuniões. Eu sempre soube que teria alguém para contar, inclusive com a COI.

O próximo passo era escolher minha grade horária. Fui às aulas de matérias que mais me interessavam e me encontrava com os respectivos professores para questionar a respeito da metodologia da aula e das avaliações, já que cada matéria era de uma forma específica. No início parecia que tudo era impossível: acompanhar a aula em outro idioma, me enturmar, e principalmente ser aprovado na matéria. A palavra chave é persistência. Persistir me fez superar todos os obstáculos rapidamente, seja com relação à vida na UAB, quanto às amizades, e quando me dei conta, haviam chegado as avaliações finais e o regresso ao Brasil estava próximo.

Posso concluir que aproveitei minha mobilidade da melhor maneira possível, pois estudei e aprendi muito, fiz amigos, viajei, conheci inúmeras culturas, e principalmente, vivi. Para mim, parecia obrigação agradecer a todos os envolvidos por serem tão essenciais na realização de um sonho, e é por meio deste depoimento, que agradeço a vocês, do COI. Abaixo, duas fotos com amigos (alemão e italiano, respectivamente) que vou guardar pra sempre, e consequentemente, marcaram minha mobilidade na melhor cidade do mundo (Barcelona).