Aumenta o Som

Como nossa preocupação é com a formação integral do aluno, a opção pelo método de alfabetização teria de ser diferenciado e que tivesse resultados comprovados por outras escolas. A escolha foi pelo Método Fônico, que é aplicado com sucesso em vários países do mundo.

O Método Fônico, em resumo, entende que a criança precisa perceber que todo som de fala que ela produz, pode ser grafado com as letras do alfabeto e que o inverso também é verdadeiro: toda letra do alfabeto escrita em uma palavra tem um som.

Para o processo de alfabetização, pelo Método Fônico, trabalhamos desde a Educação Infantil com a letra em bastão. No 1º ano, ainda com a letra em bastão, formalizamos toda a percepção realizada na Educação Infantil, concluindo, neste ano do Ensino Fundamental, este processo. A letra cursiva manuscrita será apresentada propriamente no 2º ano, em Língua Portuguesa, quando entendemos que todo o processo de alfabetização já foi bem fundamentado.

O letramento é um processo que ocorre conjuntamente ao processo de alfabetização em nossos materiais. Entendemos o letramento como a introdução e fidelização da criança à cultura da leitura e da escrita, diante também da cosmovisão cristã. O letramento é um processo que vai desde a Educação Infantil até o fim do Ensino Fundamental I.

Para mais informações sobre nossa metodologia de alfabetização recomendamos a leitura das obras a seguir:

CAPOVILLA, Fernando C.; SEABRA, Alessandra G. Alfabetização – Método Fônico. Memnon, 2010.

JARDINI, Renata Savastano Ribeiro. Método das boquinhas-Livros1e 2- Fundamentação Teórica. Casa do Psicólogo,[s.d].

MORAIS, J. A arte de ler. São Paulo: UNESP, 1996.

SOARES, M. Alfabetização e Letramento. 5ª Ed. São Paulo: Contexto, 2007.