• Transferir o conhecimento adquirido no exterior para a Universidade e para o País.
  • Atrair pesquisadores de fora do país para os programas de pós-graduação ligados aos temas dos projetos.
  • Solidificar e ampliar a posição da UPM como instituição de referência nas áreas dos temas dos projetos.
  • Ampliar a visibilidade e experiência internacional de docentes e discentes
  • Fomentar o estabelecimento de novas cooperações internacionais em projetos de pesquisa ligados aos temas.
  • Ampliar a posição da UPM como instituição de referência em pesquisa.
  • Atrair jovens talentos e outros pesquisadores residentes no exterior para os programas de pós-graduação.
  • Ampliar redes colaborativas internacionais de pesquisa.
  • Solidificar e ampliar a posição da UPM como instituição de referência nacional na área de novos materiais e suas aplicações.
  • Solidificar e ampliar a posição da UPM como instituição de referência nacional em diferentes áreas: materiais e nanodispositivos para aplicação em energia, telecomunicações e sensores, materiais multifuncionais micro e nano-estruturados, infraestrutura legal para nanotecnologia, aplicações de neurociência social e afetiva, aplicações da neurociência do desenvolvimento para a promoção do desenvolvimento precoce, arquitetura e urbanismo, cultura e mobilidade humana, linguística e literatura, inclusão social, políticas públicas e governança para a redução de desigualdades, aplicação da inovação na administração de negócios, astroengenharia e engenharia aplicada à geofísica espacial.
  • Aumentar produção científica de elevado fator de impacto.
  • Fomentar o estabelecimento de novas cooperações internacionais em projetos de pesquisa.
  • Aumentar a proficiência em línguas estrangeiras dos docentes e discentes dos programas de pós-graduação e corpo técnico da Instituição que tenha relação direta com o Projeto Institucional de Internacionalização.