Gestão do Mix de Produtos como Estratégia de Negócios: A Empresa Santo Grão

Gestão do Mix de Produtos como Estratégia de Negócios: A Empresa Santo Grão

01.06.2019

Coordenação

"Autores:Marcos Antonio Franklin,Sidnei Augusto Mascarenhas eEduardo Neder Issa Junior"

Resumo

Este relato técnico apresenta o estudo realizado na empresa Santo Grão, brasileira, privada, de médio porte, do setor gastronômico, com sede em São Paulo, capital. Conta com oito unidades, sendo sete na capital e uma em Curitiba (PR). Empregou-se a metodologia prática de solução de problemas partindo-se da seguinte pergunta: como o mix de produtos contribuirá com a estratégia da empresa? Assim, o objetivo geral foi investigar como o mix de produtos contribui para a estratégia da empresa. Os objetivos específicos foram: 1) Propor um posicionamento do mix de produtos; e 2) Propor soluções que busquem racionalizar as operações. O método foi qualitativo. Já para a coleta de dados do diagnóstico foi utilizada a técnica de entrevistas com dez gestores das áreas corporativas, operações e unidades de negócios. As entrevistas foram gravadas e transcritas. Para análise dos dados, utilizou-se a abordagem de Flores (1994). Na fase de diagnóstico, foi utilizada a SWOT 152 LOGS – Logística e Operações Globais Sustentáveis ISSN 2674-7928 São Paulo, v. 1, n. 1, p. 150-165, jan./jun. 2019 doi:10.5935/2674-7928/LOGS.v1n1p150-165 Marcos Antonio Franklin, Sidnei Augusto Mascarenhas, Eduardo Neder Issa Junior [Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças)], com a participação dos proprietários e gestores. A partir das análises, foi possível estabelecer as propostas de soluções. Essas propostas foram apresentadas e validadas pelos proprietários e gestores.

Palavras-chave: desenvolvimento de negócios; posicionamento; trabalho prático; gastronomia