Mundo

Universidade Presbiteriana Mackenzie e Instituto Universitário de Lisboa firmam acordo internacional

As instituições assinaram acordo de cooperação e discutiram dupla titulação para cursos de doutorado

12.06.201810h47 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

Universidade Presbiteriana Mackenzie e Instituto Universitário de Lisboa firmam acordo internacional

As instituições assinaram acordo de cooperação e discutiram dupla titulação para cursos de doutorado

Benedito Guimarães Aguiar Neto, reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM), esteve reunido, em 08 de junho, com Rui Manuel Campilho Pereira de Menezes, professor Catedrático do Departamento de Métodos Quantitativos para Gestão e Economia do ISCTE – IUL (Instituto Universitário de Lisboa), e outros representantes mackenzistas para discussão da parceria de dupla titulação para doutorado entre as instituições e assinatura de um memorando de entendimento (MoU) para estabelecimento da parceria.

De acordo com o reitor da UPM, o IUL é um instituto de ensino reconhecido e com grande capilaridade e esta assinatura representa a retomada de um projeto que havia se iniciado em 2010 entre Mackenzie e IUL. Inicialmente, os centros de Engenharia; Educação, Filosofia e Teologia; Ciências Sociais e Aplicadas; e Arquitetura e Urbanismo farão parte desta ação, que tende a se expandir.

“O Instituto Universitário de Lisboa é uma instituição de prestígio e esta parceria é muito significativa. Ela contribuirá para que os diversos cursos de doutorado que são oferecidos pela nossa universidade alcancem patamares mais elevados de internacionalização. Futuramente, outras áreas de ensino também poderão ser contempladas”, afirmou Aguiar Neto.

Para Menezes, o processo de internacionalização é de extrema relevância em um mundo globalizado, em especial para conectar saberes e evitar que a educação se feche em “ilhas de conhecimento”.

“Temos pontos de encontro muito importantes e que se expandirão para que possamos aproveitar todo o potencial desse intercâmbio de experiências e saberes. Além disso, há a inegável e necessária reaproximação dos povos, que compartilham de uma mesma base cultural”, disse o professor do IUL.

Perspectivas

A reunião de assinatura da parceria foi também uma oportunidade para que se aprofundassem as análises das interconexões existentes entre os cursos de doutorado das instituições junto ao professor Menezes.

Os docentes do Mackenzie: Maria Lage, coordenadora de Cooperação Internacional e Interinstitucional (COI); Paulo Batista Lopes, pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação; Maria Cristina Triguero Veloz Teixeira, coordenadora geral da Pós-Graduação Stricto Sensu; Sérgio Lex, diretor da Escola de Engenharia (EE); Marcel Mendes, diretor do Centro de Educação, Filosofia e Teologia (CEFT); Adilson Aderito da Silva, diretor do Centro de Ciências Sociais e Aplicadas (CCSA); e José Geraldo Simões, representando Angélica Aparecida Tanus Benatti Alvim, diretora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU), tiraram dúvidas e esclareceram como as Unidades Acadêmicas conversarão com a instituição de Lisboa.

Para a coordenadora do COI, o próximo passo agora é concluir tal aprofundamento e conhecimento para que se possa definir os modelos para as duplas titulações dos cursos avaliados. “É uma via de mão dupla entre os alunos do IUL e da UPM para um produtivo intercâmbio de disciplinas e pesquisa em cotutela, estabelecendo, com sucesso, as duplas titulações. Já percebemos que algumas linhas de pesquisa de lá podem se relacionar com muitas outras daqui e vice-versa, o que facilitará o processo de implantação”, ressaltou.

MundoUniversidade