Reitor da UPM no palco diante de auditório lotado
Reitoria

Reitoria recebe familiares de estudantes no Mackenzie

Recepção aos pais de novos alunos do segundo semestre de 2019 ocorreu em 27 de julho

30.07.201911h23 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

Foi diante de um auditório Ruy Barbosa lotado que Benedito Guimarães Aguiar Neto, reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM), deu as boas-vindas aos pais e familiares dos novos alunos do Mackenzie que participaram da Recepção na manhã do dia 27 de julho, em Higienópolis. O evento, voltado aos familiares dos ingressantes da UPM, expõe a organização acadêmica, a cosmovisão e a estrutura do Mackenzie, além de ter contado com apresentação cultural do Coral Universitário, conduzido pelo maestro Parcival Módolo.

“Acho fundamental que os pais e familiares conheçam a estrutura da Universidade. A interação entre eles e educadores é fundamental para o crescimento do educando, em todo e qualquer nível de educação. Muitas vezes, pensamos que o aluno é independente e deve ter total liberdade, mas o jovem também precisa de limites, orientações e acompanhamento para seu desenvolvimento acadêmico e pessoal”, afirma Aguiar Neto.

O reverendo Jonathas Abdias de Macedo realizou o momento confessional da cerimônia e também apresentou um pouco da história centenária do Mackenzie, apoiando-se no livro de Daniel em sua reflexão, dizendo que a vontade de Deus está intimamente ligada ao aprendizado, cultura e conhecimento dos jovens.

Quanto à perspectiva do novo semestre, o reitor afirma que ancorado na reflexão da prática pedagógica, vendo a Universidade do futuro sob o ponto de vista metodológico, da modernização do processo de ensino-aprendizagem. “A partir desse semestre, nós teremos sete novas salas de aula, completamente informatizadas, e que permitem uma prática pedagógica diferenciada”, coloca ele.

“Nosso intuito hoje é deixar claro para os pais e responsáveis que somos uma Universidade que se preocupa não só com a formação técnico-científica do nosso aluno, mas com uma visão integral como pessoa que precisa de crescimento em várias dimensões e isso é o que caracteriza a nossa identidade institucional”, complementa Aguiar Neto.

Marco Tullio de Castro Vasconcelos, vice-reitor da UPM, conta que a Recepção tem também a função de tranquilizar os pais e familiares dos novos mackenzistas. “Às vezes, é a primeira vez que saem de casa, que vão morar só, então os pais ficam preocupados com as influências, com o que vão encontrar mundo afora e podem acreditar que os filhos terão apoio aqui”.

Ele lembra que alguns pais vêm com gratidão, porque já tiveram filhos no Mackenzie, ou já estudaram aqui; e outros vêm com certa ansiedade, porque nunca conheceram e querem saber onde é que o filho vai estudar. “Por isso, esse momento é relevante, porque informamos: vamos cuidar bem do seu filho, aqui é um lugar que tem segurança e qualidade no ensino", complementa Vasconcelos.

Depoimentos

Para o casal Rosiane e Leonardo Schumann, pais do novo mackenzista Roberto, que vai estudar Direito na UPM, essas informações são extremamente necessárias. “Nós não somos daqui, somos de Curitiba (PR) e estamos aqui há seis anos. Fizemos bastante pesquisa de mercado, conversamos com bastante pessoas para pegar referências e optamos pelo Mackenzie por sua reputação. Estou encantada com a parte que eu já vi do campus”, destaca Rosiane.

Dalierson Batista e Lidiane Silva Sarrazin, pais da aluna Débora Silva Sarrazin, também vieram de outro estado e estão na cidade de São Paulo há apenas seis meses, pois estavam no Maranhão anteriormente. “O melhor de tudo é saber que o Mackenzie é confessional em sua base e, como somos missionários, isso é muito importante para nossa família”, explica o pai.

Débora, que está com 18 anos, será a primeira mackenzista da família, segundo contam, mas a escolha foi embasada. “Temos boas expectativas pelo histórico do Mackenzie, amigos que indicaram, e já sabemos de outros que passaram por aqui, que conhecem a seriedade, a reputação, as conquistas, então sabemos que ela é muito bem conceituada”, pontuam o casal.

Estrutura do Mackenzie

Aguiar Neto apresentou a estrutura da Universidade e convidou os pró-reitores a contarem um pouco do trabalho de suas áreas, e Marili Moreira da Silva Vieira, pró-reitora de Graduação e Assuntos Acadêmicos (PRGA); Paulo Batista Lopes, pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPG); Jorge Alexandre Onoda Pessanha, pró-reitor de Extensão e Educação Continuada (PREC); e Cleverson Pereira de Almeida, secretário dos Conselhos Superiores e de Controle Acadêmico (SECCA) dividiram o palco para tratar das especialidades de suas pró-reitorias e setores afins.

Maria Campos Lage, coordenadora de Cooperação Internacional e Interinstitucional (COI), falou um pouco da área de internacionalização da Universidade e apresentou as diversas oportunidades de intercâmbio e mobilidade acadêmica oferecidos na UPM. Além dela, Lilian Cristina Corrêa, coordenadora do Mackenzie Language Center (MLC), tratou da área de ensino de línguas estrangeiras, enquanto Fred Izumi Utsunomiya, coordenador da Ouvidora Acadêmica, se colocou à disposição de todos que tiverem dificuldades de se comunicar com a instituição pelos canais comuns.

Susana Mesquita Barbosa, coordenadora de Extensão (COEX), ligada à PREC, tratou um pouco do setor esportivo dentro da Universidade e é a ponte para o estudante que procura saber mais a esse respeito. Durante a cerimônia, também foi falado do Programa de Atenção e Orientação aos Discentes (PROATO), que apoia estudantes com necessidades especiais físicas, psicológicas ou outros atendimentos diferenciados.

Centros e unidades

Para que os pais conhecessem os responsáveis pelos centros acadêmicos da UPM, o reitor pediu que se apresentassem rapidamente, e os familiares tiveram um momento para serem recebidos por: Berenice Carpigiani, diretora do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS); Marcos Nepomuceno Duarte, diretor do Centro de Comunicação e Letras (CCL); Adilson Aderito da Silva, diretor do Centro de Ciências Sociais e Aplicadas (CCSA); Marcel Mendes, diretor do Centro de Educação, Filosofia e Teologia (CEFT); Sergio Lex, diretor da Escola de Engenharia (EE); Angélica Benatti Alvim, diretora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU); Nizam Omar, diretor da Faculdade de Computação e Informática (FCI); Felipe Chiarello de Souza Pinto, diretor da Faculdade de Direito (FDir); e Gilson Alberto Novaes, diretor do Centro de Ciências e Tecnologia (CCT), em Campinas, este último que, por coordenar a unidade de Campinas, não esteve presente.

Além deles, os coordenadores de cada curso foram chamados e projetos específicos destacados, como a Coordenadoria da Comissão Própria de Avaliação (CPA), responsável por manter o padrões de qualidade da Universidade, e os projetos integradores e de protagonismo estudantil, que fazem parte de todo o ecossistema de empreendedorismo que incentiva o aluno nessa direção e é coordenado por Leandro Nunes de Castro, da Coordenadoria de Desenvolvimento e Inovação (CDI).