Parque ou via expressa? Mackenzie debate o futuro do Minhocão

O futuro do Minhocão será tema de debate oganizado pelo Centro Mackenzie de Liberdade Econômica

17.04.201911h25 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

A prefeitura de São Paulo anunciou recentemente que pretende desativar o Elevado Presidente João Goulart, o Minhocão, e transformá-lo em um parque. A intenção é concluir a primeira etapa do projeto até o fim de 2019.

A notícia gerou debate e lançou dúvidas sobre o impacto da mudança sobre o trânsito e o urbanismo na região central da cidade. 

O Centro Mackenzie de Liberdade Econômica discutirá o tema no dia 22 de abril, segunda-feira, em um evento gratuito no auditório João Calvino. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo endereço www.bit.do/parqueminhocao. 

Veja o perfil dos participantes do debate:

Vladimir Maciel - Doutor em Administração Pública e Governo pela e mestre em Economia de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), tem experiência em diagnóstico e avaliação de impactos socioeconômicos regionais e urbanos. É o coordenador do Centro Mackenzie de Liberdade Econômica.

Gabriel Rostey - Sócio-diretor e fundador da Culturb Tendências & Soluções - empresa de projetos e consultoria em cidades, cultura e turismo. Turismólogo pela PUC-SP, com MBA em gestão estratégica pela USP, cursou mestrado em urbanismo pela FAU-USP. 

Valter Caldana - Professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) do Mackenzie, tem mestrado e doutorado em Planejamento Urbano e Regional (Estruturas Ambientais Urbanas) pela FAU-USP.

José Armênio de Brito Cruz - presidente da SP Urbanismo, é graduado em Arquitetura e Urbanismo pela FAU-USP. Foi presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento de São Paulo (IABsp) – e vice-presidente extraordinário do Instituto de Arquitetos do Brasil.