Cultura

Mackenzie recebe as obras do arquiteto Sérgio Wladimir Bernardes

A exposição Três Pavilhões, que acontece no Centro Histórico e Cultural Mackenzie, é gratuita e aberta ao público 

16.09.201912h40 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

Considerado um dos principais expoentes da segunda geração de arquitetos modernos brasileiros, o carioca Sérgio Wladimir Bernardes (1919 – 2002) marcou uma geração e foi um divisor de águas pela grandeza, sofisticação e qualidade de seus projetos, até mesmo em órgãos públicos e residências de inúmeras celebridades, dentre elas o cirurgião plástico Ivo Pitanguy. 

Por isso, como parte das comemorações do centenário do arquiteto e para prestigiar o seu legado, a Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM), por meio do Centro Histórico e Cultural Mackenzie, recebe a exposição Três Pavilhões de Sérgio Bernardes, até 18 de outubro. A exposição é gratuita e aberta ao público, de segunda a sexta, das 9h às 21h e aos sábados das 10h às 16h. 

A exposição vai mostrar alguns dos seus principais projetos, segundo os curadores Abílio Guerra e Fausto Sombra, com destaque a três paradigmáticos edifícios idealizados durante a segunda metade da década de 1950: o Pavilhão de Volta Redonda (1954-1955), construído pela Companhia Siderúrgica Nacional – CSN para a 1ª Feira Internacional de São Paulo, ocorrida no Parque Ibirapuera, recém-inaugurado durante as comemorações do 4º Centenário da Cidade de São Paulo; o Pavilhão do Brasil na Exposição Universal e Internacional de Bruxelas (1957-1958); e o Pavilhão da Feira da Indústria e Comércio (1957-1962), atual Pavilhão de São Cristóvão.

Filho do jornalista Wladimir Bernardes, o arquiteto realizou seu primeiro projeto aos 15 anos, em Itaipava, Rio de Janeiro: a residência de Eduardo Baouth, amigo de seus pais. Antes de completar o curso de arquitetura, Bernardes teve seu projeto do Country Club de Petrópolis publicado em número especial da revista L’Architecture d’Aujourd’hui, dedicado à nova arquitetura brasileira. No entanto, a conclusão do curso em arquitetura aconteceu em 1948 pela Faculdade do Rio de Janeiro, em meio ao clima de otimismo gerado pelo reconhecimento internacional da arquitetura moderna brasileira, e logo destacou-se junto aos seus principais expoentes: Oscar Niemeyer, Lucio Costa e os irmãos Roberto.

Serviço
Exposição Três pavilhões de Sérgio Bernardes
Data: 
De 19/09 a 18/10
Horário: De segunda a sexta, das 9h às 21h. Sábados das 10h às 16h
Local: Centro Histórico e Cultural Mackenzie, Rua Itambé, 135, campus Higienópolis, SP