Nossos Talentos

Mackenzie homenageia colaboradores que estão há 30 anos na instituição

Funcionários receberam placa comemorativa em alusão ao tempo de trabalho 

09.12.202012h10 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

O Instituto Presbiteriano Mackenzie (IPM) homenageou, na última terça-feira, 08 de dezembro, cerca de 20 colaboradores que completaram 30 anos de serviço na instituição em 2020. O tributo foi realizado no campus Higienópolis e seguiu, rigorosamente, todos os protocolos de segurança sanitária, como forma de prevenção contra a pandemia de covid-19. 

Os homenageados trabalham em diversas áreas do Mackenzie como um todo. Muitos são professores da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM), enquanto outros são de cargos administrativos do IPM e da UPM.

Para o presidente do IPM, José Inácio Ramos, ter funcionários com tanto tempo de casa contribui para a manutenção da qualidade dos processos e dos métodos utilizados pela instituição, além de contribuir para a inovação. “Representa a tradição dos procedimentos e métodos da empresa. É algo que se renova a cada geração de trabalhadores. Somos uma instituição tradicional, mas que se renova a cada dia”, disse o presidente.

“É um reconhecimento pelo trabalho dessas pessoas. São 30 anos, é uma vida. Uma vida de dedicação e muitos desafios. Demonstra nosso carinho, nosso cuidado e nossa gratidão, como deve ser pela confessionalidade”, pontua o Diretor de Desenvolvimento Humano e Infraestrutura, José Francisco Hintze. 

Em um ano tão turbulento como foi 2020, o reitor da UPM, Marco Tullio de Castro Vasconcelos, declarou que um agradecimento seria como um momento de refrigério. “É um momento de dizer a cada professor e funcionário um 'muito obrigado' por tudo o que fizeram e de incentivá-los, demonstrando o cuidado que o Mackenzie tem pela vida das pessoas”, afirmou. 

Entre os laureados, a expressão era de alegria e honra. Cumprindo os protocolos de distanciamento social, eles receberam uma placa comemorativa e um broche alusivo aos 30 anos de serviço ao Mackenzie. Ainda foi sorteado um Ipad. O professor da Coordenadoria de Arte e Cultura (CAC) da UPM, Jorge Correa, compôs uma canção exclusivamente para a homenagem. 

Por isso, mesmo com a pandemia, o professor de Física da Escola de Engenharia (EE) da Universidade, Antonio Carlos Rosal, fez questão de comparecer à homenagem. “Estou com tanta saudade do Mackenzie que para mim é um orgulho estar aqui. Foi meu único emprego na vida! Não poderia deixar de vir”, contou, bastante emocionado. 

Já para a colaboradora da Reitoria da UPM, Elenice Aparecida Borges, permanecer tanto tempo na instituição permite perceber os avanços e inovações. "É uma tradição com desenvolvimento. Eu fico lembrando de tantas coisas que aconteceram, tenho um reconhecimento muito grande pela instituição", encerrou.

Ainda estiveram presentes no evento as seguintes autoridades mackenzistas: o diretor de Finanças e Suprimentos, José Paulo Fernandes Júnior; o diretor de Educação, Ciro Aimbiré de Moraes Santos; o diretor de Estratégia e Negócios, André Ricardo de Almeida Ribeiro; e o capelão Carlos Alberto Henrique.