Mackenzie entrega títulos a doutores formados em 2019

Instituição celebra formação de novos pesquisadores nos 150 anos da Universidade

06.02.202011h43 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

A Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM) realizou nesta sexta-feira, 31 de janeiro, a outorga dos títulos de doutor aos concluintes do curso de 2019, em cerimônia de formatura que aconteceu no Auditório Ruy Barbosa, no campus Higienópolis. Ao todo, 102 novos doutores foram formados pela Instituição no ano passado. 

“A Universidade não está apenas preocupada com a formação técnico científica, mas também com a formação do cidadão, do pesquisador, do professor, responsável  e consciente das suas responsabilidades. Certamente dará uma contribuição inestimável para o país”, disse o reitor da UPM, Benedito Guimarães Aguiar Neto.

Foram outorgados títulos em diversas áreas de de estudo desenvolvidos pela UPM, como em Administração de empresas; Arquitetura e Urbanismo; Ciências e Aplicações Geoespaciais; Direito Político e Econômico; Distúrbios do Desenvolvimento; Educação, Arte e História da Cultura; Engenharia de Materiais e Nanotecnologia; Engenharia Elétrica e Computação; e Letras.

O vice-reitor da UPM, Marco Tullio de Castro Vasconcelos, comemorou a formação de novos doutores. “O país precisa de desenvolvimento científico e tecnológico e são esses programas que vão habilitando as pessoas a fazerem pesquisas com competência e impactem positivamente as empresas e organizações”, declarou. 

A turma de doutores de 2019 teve o reverendo Roberto Brasileiro, presidente do Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana do Brasil, como paraninfo. “Nós entendemos que Deus deixou condições e inteligência para que o ser humano pudesse pesquisar. Essa inteligência deve ser usada na pesquisa de alto nível, no desenvolvimento, melhoria da vida, e acima de tudo, para que o cidadão tenha condições de viver neste mundo”, afirmou. 

Para o chanceler do Mackenzie, reverendo Robinson Granjeiro, é vital a formação de pesquisadores preocupados em servir a sociedade com os preceitos adquiridos na UPM. “Eles carregam consigo o DNA do Mackenzie, que têm norteado a instituição nestes 150 anos. Esperamos que eles propaguem os valores que obtiveram neste período de estudo e que isso contribua para a formação da cidadania ética e justa que nosso país precisa”, disse. 

Ao fim da formatura, foi realizada uma homenagem ao doutor Adilson Vieira, membro do conselho deliberativo do IPM. Ele recebeu o título de notório saber por seus serviços prestados ao Mackenzie, em uma emocionante cerimônia.   

A mesa de honra formada no evento contou com a presença do presidente do Instituto Presbiteriano Mackenzie (IPM), José Inácio Ramos; do presidente do Conselho Deliberativo do IPM, Hesio Cesar de Souza Maciel; do vice-presidente do Conselho Deliberativo, reverendo Milton Ribeiro; do membro do Conselho Deliberativo, Renato Laranjo Silva; do antigo pró-reitor de pesquisa e pós-graduação, Paulo Batista Lopes; Adilson Vieira, Benedito Guimarães e Marco Tullio Vasconcelos, além dos reverendos Roberto Brasileiro e Robinson Granjeiro. 

Na plateia, estavam presentes diversas autoridades eclesiásticas, do Conselho Deliberativo, da Diretoria Executiva, diretores das Unidades Acadêmicas e convidados.

150 anos

A cerimônia contou com o lançamento do site comemorativo dos 150 anos do Mackenzie. A página contém informações sobre festividades do sesquicentenário, curiosidades e conteúdo histórico da instituição. “Vamos ter um ano de festas e ele começou com esta formatura de doutores”, disse Hesio Cesar de Souza Maciel, responsável por anunciar o portal comemorativo.