Autoridades Mackenzistas e da Santa Casa de São Paulo reunidas em sala de reunião
Parcerias

Mackenzie e Santa Casa de São Paulo juntos

Instituições assinam termo de parceria para projetos conjuntos

01.03.201911h08 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

Instituições assinam termo de parceria para projetos conjuntos

A Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM) assinou, na quarta-feira, dia 27 de fevereiro, uma parceria inédita com a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP), mantida pela Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho (FAVC). A cooperação teve início por meio da Faculdade de Computação e Informática (FCI) da UPM, que já desenvolvia alguns projetos junto à FCMSCSP e visa agora expandir os trabalhos bilaterais.

Como ressalta Benedito Guimarães Aguiar Neto, reitor da UPM, “já existe muita atividade e pesquisa sendo executadas em conjunto com alguns grupos de alunos e professores, e queremos formalizar as parcerias e ampliar a atuação conjunta”, relata.

Como brinca Paulo Carrara de Castro, diretor da FAVC, as duas instituições eram com moradores de uma mesma vizinhança na qual os filhos já brincavam, mas os pais não haviam se conhecido formalmente. As possibilidades da atuação conjunta, de acordo com ele, são possíveis também nos cinco programas de pós-graduação stricto sensu oferecidos pela faculdade. “Temos três acadêmicos e dois profissionais, mas este formato pode mudar, pois, de acordo com a estrutura de nossa instituição, chegamos à conclusão de que temos muito mais espaço para contribuições técnicas e práticas”, enfatiza o diretor.

Castro indica ainda que o momento é uma oportunidade muito boa para a FAVC, que está em um processo de ampliação de sua atuação e parceiros. “Estamos muito felizes com essa formalização de entendimento para parcerias, será produtivo para nós, nossos parceiros e também para a comunidade entorno. Acredito que o Mackenzie possa nos ajudar a modernizar bastante nosso trabalho”, completa.

Expansão

Maria Cristina Triguero Veloz Teixeira, coordenadora Geral de Pós-Graduação Stricto Sensu do Mackenzie, vê uma ótima oportunidade no contato mais próximo com a instituição de saúde, para ela, há pontos de toque importantes. “Temos uma linha forte de neurociência com o Programa de Pós-Graduação em Distúrbios do Desenvolvimento do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), da UPM, e podemos atuar nesse âmbito de maneira formal”, pontua ela.

Ismar Frango, professor Representante Internacional da FCI, afirma que já houve submissão de projetos conjuntos com a instituição “e desejamos estender esse trabalho”. Em especial, o professor cita a área de tecnologia da informação voltada para a saúde, segmento que aproximou Nizam Omar, diretor da FCI da UPM, inicialmente e levou ao estreitamento de laços com a FCMSCSP.

Jose Candido de Freitas Junior, presidente da FAVC, aproveitou o encontro para revelar que é também um mackenzista, tendo estudado na UPM na área de engenharia. “É uma satisfação muito grande unir estas duas instituições tradicionais e que tanto contribuem para a nossa sociedade”, diz.

Participantes

Estiveram ainda presentes na reunião de assinatura: José Inácio Ramos, presidente do Instituto Presbiteriano Mackenzie (IPM); Marco Tullio de Castro Vasconcelos, vice-reitor da UPM; Paulo Batista Lopes, pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação; Maria Campos Lage, coordenadora de Cooperação Internacional e Interinstitucional (COI), que intermediou os trabalhos; Paulo Sérgio Boggio, que esteve representando Berenice Carpigiani, diretora do CCBS da UPM; Luiz Renato Rodrigues, professor da CCBS da UPM; Antônio Augusto Brant de Carvalho, assessor da Presidência da FAVC; e Manoel Ribeiro, professor Adjunto e chefe do Departamento de Saúde Coletiva da FCMSCSP.