Atualidades

Lutas com sabre de luz na Brasil Game Show

Mackenzie leva esgrimista Nicolas Ferreira, atleta da seleção brasileira, para estande da BGS

04.10.201816h55 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

Você gosta de esporte, games e cinema? No estande do Mackenzie na Brasil Game Show (BGS), maior feira de games da América Latina, deste ano vai rolar uma atividade que une esses mundos: Nicolas Ferreira, mackenzista e esgrimista da seleção olímpica, vai ensinar a como lutar com sabres de luz, a famosa arma favorita dos fãs de Star Wars.

No stand exclusivo do Mackenzie, Nicolas estará ao lado de Gabriel Criado e Richard Grunhauser, também atletas da Seleção Brasileira. Os três vão bater um papo sobre a carreira como atleta profissional e, claro, sobre a ideia de unir a esgrima com o sabre de luz.

Para entender um pouco mais sobre o que vai rolar no evento, conversamos com o atleta Nicolas Ferreira. Se liga neste papo a seguir!

O que podemos esperar da sua apresentação no estande do Mackenzie na BGS?

Meu objetivo é fazer uma apresentação dinâmica sobre o esporte. Com informações, curiosidades, atividades envolvendo o público e apresentações divertidas! A ideia é animar o público com a esgrima em um sentido análogo a uma luta de espadas no mundo geek!

Qual é a dificuldade em se adaptar as técnicas de esgrima para o sabre de luz?

A esgrima é um esporte muito estratégico, enquanto as lutas de sabre de luz são mais coreografadas, exuberantes e feitas para o entretenimento. A maior dificuldade é adaptar um jogo de esgrima para alcançar o dinamismo do universo Star Wars e, ao mesmo tempo, parecer uma luta real.

Qual é a sua cena favorita de luta com sabres de luz na Saga Star Wars?

Eu gosto muito dos filmes de Star Wars de maneira geral. A cena de luta que mais me chamou a atenção foi a de Obi-Wan contra Anakin no capítulo 3 - A Vingança dos Sith! Mas eu acho que em matéria de Guerra nas Estrelas, sou um amador perto do público geek da BGS (risos).

Como é unir o esporte ao mundo geek?

Conheço diversos atletas que gostam e vivem muito esse mundo. A esgrima sempre atraiu muita gente do universo geek, ele é uma porta de entrada para o esporte, afinal, a esgrima tem uma característica muito diferente das outras modalidades olímpicas, o que é atrativo!

As apresentações durante a BGS, além de ser uma grande oportunidade de divulgar a esgrima e minha imagem como atleta, é uma ótima forma de deixar esses dois mundos ainda mais próximos.