Atualidades

Lançamento de livros em celebração dos 150 anos do Mackenzie

Evento marcou o encerramento da XVII Semana de Preparação Pedagógica

31.01.202016h00 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

No dia 31 de janeiro, sexta-feira, a Editora Mackenzie lançou os livros Dicionário enciclopédico de instituições protestantes no Brasil: instituições educacionais, organizado por Lidice Meyer Pinto Ribeiro, Alderi Souza de Matos e Marcel Mendes; e Combates pela história religiosa: reforma e protestantismo na visão de Émile Léonard, organizado por Marcone Bezerra Carvalho. O lançamento foi no Auditório Ruy Barbosa, campus Higienópolis, após o encerramento da última mesa da XVII Semana de Preparação Pedagógica.

"São obras que fazem parte da história da nossa Universidade dentro do aspecto da sua identidade institucional e abordam também outras instituições congêneres que atuam na educação com compromisso, que é histórico da nossa Unviersidade", disse o reitor da UPM, Benedito Guimarães Aguiar Neto.

Marcel Mendes, autor de um dos livros e professor da pós-graduação da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM), explicou que o livro Dicionário enciclopédico de instituições protestantes no Brasil: instituições educacionais é uma coletânea de dados históricos e atividades de quase 200 instituições educacionais ligadas à Igreja Evangélica Protestante, que tem como base a contribuição e o protagonismo firmados em sua trajetória histórica e figuras importantes. “Envolvemos dezenas de autores do segmento protestante no Brasil e o resultado creio que é realmente inédito e servirá como referência para fazer uma avaliação dessa contribuição que passa de 150 anos”.

Já o livro Combates pela história religiosa: reforma e protestantismo na visão de Émile Léonard trata de um conjunto de 17 textos do historiador francês Émile Léonard que retratam o protestantismo na Europa, especialmente na França, que permitem melhor compreensão sobre a história e elementos dessa fé. “Léonard era historiador, presbiteriano e alcançou os postos mais altos da Academia francesa. Resgatar a obra dele é mostrar a Academia brasileira que é possível ser praticante de fé e fazer ciência em alto nível”, disse Marcone.

Os organizadores de ambos os livros descreveram a importância do lançamento acontecer durante o início das comemorações dos 150 anos do Mackenzie. “O próprio Mackenzie é um dos verbetes mais importantes da obra, então é uma boa coincidência”, explicou Marcel, que teve a fala completada por Marcone: “O Mackenzie nasceu com a proposta de alcançar a sociedade por meio da educação. Quando a universidade publica essas obras está contribuindo para que o conhecimento se expanda e a sociedade tenha um pouco mais de boa teoria”.

O coordenador da Editora Mackenzie, Roberto Kerr, disse durante sua saudação que o papel de uma editora universitária é essencialmente extensionista. “Lançamentos de livros são momentos muito importantes para nós da Editora, é quando finalizamos um trabalho e temos a oportunidade de apresentar para autores e público o resultado final. Estou orgulhoso da equipe Editora Mackenzie”, finalizou.