Atualidades

IV edição do Mack Inova Alimentos na Gastronomia

Trabalho é feito pelo Centro de Ciências Biológicas e da Saúde e envolve também os cursos de Farmácia e Nutrição 

13.11.201918h00 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

Na terça-feira, dia 12 de novembro, aconteceu o Mack Inova Alimentos do curso de Tecnologia em Gastronomia da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM). Antes, recebia o nome de Workshop de Alimentos, mas devido a proposta de inovação, empreendedorismo e desenvolvimento de diferentes produtos, o projeto foi abraçado pelo Mack Inova. Este é um dos eventos mais esperados e incentivados, por ser uma experiência ímpar.

Alunos da segunda etapa do curso desenvolvem um produto alimentar inovador, voltado para a indústria de alimento e que, ao mesmo tempo, atenda as necessidades do consumidor. A professora da disciplina Tecnologia de Alimentos, Ana Cristina Cabral, explica que cada grupo de alunos idealiza e cria um produto, a embalagem e rotulagem, a partir de pesquisas sobre cada ingrediente. “Neste semestre temos produtos incríveis, os alunos fizeram um ótimo trabalho, com muita dedicação e empenho”, disse. 

Após todo o processo de pesquisa e produção realizado durante o semestre, os produtos passam por uma banca avaliadora, composta por representantes da indústria de alimentos, professores do curso e de fora da Universidade, que consideram durante a avaliação a proposta do produto, embalagem e se existe visibilidade para o mercado. “Depois abrimos para o público externo, que faz a degustação e também vota. No semestre que vem, no início do ano, realizaremos a premiação dos produtos vencedores”, comentou Ana Cristina.

Para a coordenadora do curso, Camila Landi, o Mack Inova Alimentos é um grande diferencial da UPM porque possibilita a oportunidade dos alunos entrarem no mercado de trabalho com conhecimentos diferenciados.

“A cada semestre recebemos produtos muito inovadores e propostas viáveis para o mercado atual, com grandes chances de inserção na indústria”, disse Camila.

O grupo de Giovanna, de 18 anos, elaborou o Buribom, por exemplo, uma sobremesa de mordida única em questão de sabores, feito com o doce de buriti, fruta com o maior índice de vitamina A; castanha do Pará; chocolate 70% cacau; e bolo de baunilha. A experiência do Mack Inova Alimentos, segundo ela, foi muito boa. “No início, pensamos em fazer um produto usando apenas uma fruta típica do Nordeste. Optamos por uma que atendesse a uma deficiência de vitamina no organismo”, explicou a integrante do grupo.

A estudante também fala que apesar da dificuldade em encontrar material de pesquisa na área de Gastronomia, o aprendizado foi maior. “Adquirimos autoconhecimento também, porque nos conhecemos melhor trabalhando em grupo, aprendemos a lidar melhor com o outro, além da descoberta de novos ingredientes”, finalizou.