Foto do projeto. Tema: Pavilhão com Estufa para Parque Botânico
Mundo

FAU Mackenzie conquista segundo lugar em concurso internacional

Equipe representa Brasil na competição latino-americana de arquitetura

28.11.201818h57 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

Equipe representa Brasil na competição latino-americana de arquitetura

Os estudantes de arquitetura da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM), campus Higienópolis conquistaram, no início de novembro, o segundo lugar no 11º Concurso Alacero de Diseño en Acero para Estudiantes de Arquitectura, promovido pela Associación Latino Americana del Acero (Associação Latino-americana de Aço - Alacero -, em tradução livre do espanhol). Os mackenzistas tiveram vaga garantida na competição internacional após vencerem o Concurso para Estudantes de Arquitetura do Centro Brasileiro da Construção em Aço (CBCA), outra contenda acadêmica, que aconteceu em setembro, no Brasil.

A competição latino-americana, que ocorreu em Cartagena das Índias (na Colômbia) foi composta por uma comissão julgadora formada por profissionais do Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, México e República Dominicana, que representaram suas nacionalidades. Além disso, foi feita uma menção honrosa para uma equipe colombiana.

O objetivo do concurso foi a promoção do uso do aço estrutural, visto que, apesar do Brasil ocupar o lugar de 8º produtor e exportador de aço do mundo, a incidência do uso do material é de apenas 5% no mercado da construção civil, de acordo com dados fornecidos pelos próprios fabricantes.

O primeiro lugar ficou com a equipe da Universidad Finis Terrae, do Chile, seguida pela equipe mackenzista da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU), composta por João Pedro Sommacal De Mello, Kelly da Rocha Comparsi, Camilla Duarte Gubeissi e Felipe Fachini Maia. O grupo foi orientado pelo professor Renato Carrieri, responsável por auxiliar a equipe no desenvolvimento do projeto, que teve como tema Pavilhão com Estufa para Parque Botânico. Para Carrieri, que acompanhou os estudantes durante ambos os concursos, as classificações demonstram a qualidade do ensino da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

“Não se pode esquecer que o arquiteto é, ao mesmo tempo, artista e técnico, e como tal deve ser capaz de definir com a devida autoridade e maestria a solução arquitetônica e estrutural, seja ela de concreto, aço, madeira ou sistemas mistos”, afirmou o professor, que mostrou seu orgulho pelo resultado da premiação.

Sobre o CBCA

O CBCA possui parceria com a Alacero, desde 2008, em prol da realização do Concurso para Estudantes de Arquitetura. A etapa nacional é gerenciada por ele e já contou com mais de 2 mil equipes inscritas e em torno de 120 universidades participantes ao ano.

MundoUniversidadeDestaque