Eventos

Engenharia na prevenção aos problemas provocados pelo clima espacial

Eventos solares podem provocar danos em satélites e estações espaciais 

04.09.201915h40 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

Desde que o ser humano começou a explorar o espaço, seja por meio de satélites, seja por viagens espaciais, o clima no espaço é um dos fatores que são estudados por cientistas antes de qualquer missão extraterrestre. O tema clima espacial será discutido em uma palestra na Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM), campus Higienópolis, no dia 12 de setembro, como parte da XXXI Semana da Escola de Engenharia (EE)*.

A palestra será dada pelo cientista do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e pesquisador do programa chinês National Space Science Center (NSSC), Rafael de Mendonça. Segundo ele, o clima espacial difere do clima terrestre por conta da ausência da atmosfera e está associado às ocorrências solares, como explosões, ejeções de massa e feixes de vento solar. Esses eventos podem provocar aumento no índice de radiação e perturbações magnéticas.

“As mudanças no clima espacial podem tornar o espaço bastante hostil para os seres vivos e sistemas tecnológicos”, explica Mendonça. Ele cita como exemplo a saúde de tripulantes de estações espaciais, que pode ser prejudicada pelo aumento da radiação, ou problemas técnicos em componentes eletrônicos de naves e satélites, provocados pelos distúrbios magnéticos. 

Para evitar estes transtornos, é necessário que cientistas e engenheiros estudem o clima espacial a fundo. “Uma importante característica da exploração espacial é o fato de tanto os seus riscos quantos os seus benefícios não serem completamente conhecidos. Por isso, o estudo científico de fenômenos pouco conhecidos ligados ao clima espacial é uma ferramenta crucial no desenvolvimento da exploração espacial”, diz. 

Quando completam-se 50 anos que o homem pisou na Lua, o engenheiro do INPE não deixará de abordar a importância da engenharia nestes estudos, principalmente no desenvolvimento de tecnologias que suportem os efeitos das perturbações solares. “Cabe à engenharia o desenvolvimento de materiais de proteção radiológica que sejam leves e eficientes e a construção de sistemas eletrônicos com baixo consumo de energia e tolerantes aos erros resultantes das altas doses de radiação a que podem ser expostos”, conclui.

Serviço
Clima Espacial e os seus perigos na exploração do espaço
Data:
Quinta-feira, 12/09
Horário: 8h
Local: Auditório MackGraphe

O evento

*A XXXI Semana da Escola de Engenharia tem como objetivo mobilizar os esforços acadêmicos e institucionais para que os alunos, professores e pesquisadores acompanhem os crescentes desafios científicos e tecnológicos. Será realizado entre os dias 9 e 13 de setembro e terá o tema Ciência, Inovação e Tecnologia. As palestras acontecerão no campus Higienópolis da UPM