Gastronomia

Coordenadora de Gastronomia do Mackenzie ministra aula na Suíça

Camila Landi apresenta cozinha brasileira para alunos da Culinary Arts Academy

05.08.201917h08 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

A coordenadora do curso de Tecnologia em Gastronomia da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM), Camila Landi, esteve na Suíça, no mês de julho, a convite da Swiss Education Group - SEG, parceira da UPM, para ministrar uma aula sobre cozinha brasileira.

Em uma masterclass, Camila apresentou a gastronomia brasileira aos alunos da Culinary Arts Academy, escola na qual o Mackenzie tem um programa de internacionalização com o Curso de Tecnologia em Gastronomia. “Fiquei encantada com o interesse e participação de todos os alunos, além de toda a estrutura e apoio da escola. Foi um enorme prazer transmitir esse conhecimento a todos”, conta a coordenadora. 

Ambas instituições mantêm uma agenda de atividades no Brasil e na Suíça. Como aponta Camila, “a visita foi uma experiência importante para solidificar ainda mais a parceria entre as instituições”. Ela também participou de aulas no Hotel Institute Montreux - HIM, que integram a proposta de internacionalização com o Programa de Especialização em Gestão e Serviços em Hospitalidade do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS) da UPM. “As aulas foram excelentes, nas quais pude ter a certeza da grande oportunidade que ofertamos aos alunos da UPM”, complementa Camila.

Internacionalização

Para a professora, oferecer projetos de internacionalização aos alunos mackenzistas “é de extrema relevância, afinal traz um grande diferencial em sua formação acadêmica”, diz. Ela ainda complementa que o fortalecimento de projetos que aumentam possibilidades de articulação com o mercado e com o ensino geram cada vez mais oportunidades de aprendizados e de colocação profissional no decorrer de sua formação e após concluí-la na UPM.

Comprovar a qualidade e as vantagens na formação profissional oferecida na UPM foram pontos que Camila teve a oportunidade de observar durante sua visita. Para ela, a atividade também oferece mais conhecimento e segurança para trabalhar ações internas, “por meio das atividades de ensino, extensão e pesquisa que compartilham com universidades internacionais experiências acadêmicas distintas, que proporcionam maior qualidade e conhecimento na formação acadêmica”, finaliza.