Cultura

Com composição inédita, Notas Musicais presta homenagem ao Dia dos Professores

Canção foi escrita com base na fala da jovem Malala, que defendeu o estudo das mulheres em países islâmicos

26.10.202015h51 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

Uma música inédita, composta por professor mackenzista, é a canção da semana do Notas Musicais, programa produzido pela Coordenadoria de Arte e Cultura (CAC) da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM), escrita especialmente para homenagear o Dia dos Professores, comemorado em 15 de outubro. 

A música se baseia diretamente no discurso proferido pela jovem Malala Yousafzai, paquistanesa que ficou conhecida mundialmente após defender o ensino universitário para mulheres em seu país. Ela é a pessoa mais jovem da história laureada com o Prêmio Nobel da Paz, em 2014. 

“Malala fez muitas referências ao estudo, ao ensino, ao professor, à caneta que pode mover o mundo, por isso a escolhemos para a homenagem do mês de outubro”, explica o Maestro Parcival Módolo, que faz os comentários do vídeo. A música recebeu o mesmo nome da paquistanesa, que recentemente concluiu os estudos universitários na Universidade de Oxford. 

Composta pelo professor Jorge Camargo, integrante da CAC, a canção faz referência direta ao discurso de Malala proferido na Assembleia da ONU de 2013. “Uma criança, um professor, uma caneta e um livro podem mudar o mundo”, disse a jovem na ocasião. O compositor mackenzista é o solista da música, que contou com arranjos do compositor Flávio Régis Cunha e com a participação da equipe da CAC, que dão voz à melodia, que tem um bonito trecho, abaixo reproduzido:  

Assim a menina Malala
A voz que não cessa, não cala
Que não silencia, que fala
Que a vida deseja ensinar
Ainda que o ódio ameace
Persiga, agrida e amasse
O plano, o projeto, a face
De quem ousa e tenta sonhar

O vídeo da música inédita Malala, composta pelo professor Jorge Camargo e interpretado pela equipe da CAC, está disponível no YouTube.