Esporte

Alunas do Colégio Mackenzie Brasília chegam à Seleção Brasileira de Nado Artístico

Alice Tenório, Ana Clara Machado e Vitória Diegues treinarão com o time nacional a partir de 2021 e participarão de torneios internacionais representando o Brasil

13.01.202111h00 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

Alunas do Colégio Mackenzie Brasília chegam à Seleção Brasileira de Nado Artístico

O Colégio Presbiteriano Mackenzie Brasília (CPMB) irá, mais uma vez, representar o Brasil em torneios internacionais de Nado Artístico. As atletas Alice Tenório, Ana Clara Machado e Vitória Diegues conquistaram a oportunidade de vestir o uniforme nacional, no último final de semana (19 e 20 de dezembro), durante a Seletiva Brasileira Virtual de Nado Artístico, organizada pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CDBA). As atletas representarão o país nas competições de 2021, seja no formato virtual ou presencial, em agenda ainda não divulgada. 

“Estamos muito felizes com os resultados. Somos muito gratas a Deus por tudo que vivenciamos esse ano. Todo apoio incondicional do Mackenzie, Federação Aquatica do DF e os pais das atletas foram imprescindíveis para estes resultados. Gostaria de agradecer imensamente ao Clube Cota Mil que nos emprestou a piscina para que pudéssemos gravar os vídeos que foram enviados para a participação das atletas na seletiva nacional”, comentou a técnica do time de Nado Artístico e professora de Educação Física do Mackenzie Brasília Simone Formiga.

A seleção das nadadoras foi toda conduzida em ambiente on-line, devido à pandemia do coronavírus. Os juízes avaliaram, em vídeo, a repetição de movimentos executados dentro e fora d'água, conforme orientação prévia. As competidoras realizaram coreografias com passos de equilíbrio, controle corporal, flexibilidade, força e condicionamento físico. Foram analisadas, além da precisão em cada posição, a uniformidade, a resistência, a facilidade na performance, a estabilidade, a extensão, a distribuição da energia e outros fatores.

“Eu estou muito contente por ter entrado na seleção. Eu lembro que, bem no início do ano, antes da pandemia começar, eu me encontrei com a professora Simone para falarmos sobre as metas, competições que iríamos ter em 2020 e uma das coisas que nós traçamos foi essa conquista. Foi bem difícil não treinar na água em praticamente todo o ano, mas, felizmente, conseguimos contornar a situação. Treinamos intensamente, por vários dias seguidos para essa seletiva.  Não foi fácil, mas os treinos, virtuais ou não, ajudaram bastante. Sou muito grata a Deus, ao Mackenzie, à professora Simone, à  minha família e a todos que me ajudaram nessa conquista”, comemorou Alice Tenório, que já havia representado o Brasil, neste ano, no torneio Mundial da União Americana de Natação (UANA).

A diferença, agora, é que Alice, Ana Clara e Vitória acompanharão inclusive os treinos com o time brasileiro nas equipes juvenil, júnior e sênior, respectivamente, ao longo do próximo ano, participando de todos os compromissos competitivos. Ao todo, foram 18 atletas convocadas para a seleção brasileira juvenil, 20 atletas para a seleção júnior e 20 atletas para a seleção sênior.

“Estou muito feliz de ter passado em mais uma seletiva. Em um ano conturbado como esse é muito gratificante ver que todo o esforço valeu a pena”, comemorou Ana Clara. “Nesse ano tão difícil para todos, estou imensamente feliz com o meu  resultado na seletiva. A minha sensação é de dever cumprido e esforço plenamente recompensado”, acrescentou Vitória.

Reconhecimento

Na terça-feira, 12 de janeiro, as alunas do CPMB foram destaque no jornal Correio Brasiliense, em matéria sobre a convocação para a seleção brasileira de nado artístico. A publicação ressaltou os esforços das meninas em treinarem durante o período de distanciamento social, em que não puderam utilizar as piscinas.