formandos de medicina com suas becas durante a cerimônia
Chancelaria

Mackenzie Paraná forma sua primeira turma em Medicina

Cinquenta e três médicos mackenzistas colaram grau durante cerimônia

18.07.201912h59 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

É isso mesmo! O Mackenzie agora conta com Medicina entre os cursos ofertados pela sua tradicional educação de qualidade e na sexta-feira, 12 de julho, foram 53 acadêmicos formados pelo curso de Medicina da Faculdade Evangélica Mackenzie do Paraná (FEMPAR). A cerimônia solene de outorga do sonhado título ocorreu no Teatro Positivo (Rua Professor Pedro Viriato Parigot de Souza, 5.300), na cidade de Curitiba, no Paraná, com a participação de amigos, familiares dos formandos e diversas autoridades mackenzistas.

“Sinto-me emocionada e honrada em ter outorgado o grau de médico a esta turma de 2019, na mesma escola em que me formei e que tanto nos orgulha”, afirma a diretora geral da FEMPAR, doutora Carmen Austrália Paredes Marcondes Ribas.

Para José Inácio Ramos, presidente do Instituto Presbiteriano Mackenzie (IPM), é uma alegria ver formada a primeira turma de Medicina da FEMPAR sob a mantença mackenzista. “Somamos a gestão profícua do Mackenzie ao conhecimento de meio século da Faculdade, levando a Instituição a um novo momento. Que estes novos médicos e médicas possam exercer sua profissão com caráter humano, respeitoso e de modo responsável, contribuindo para a saúde e melhoria da qualidade de vida das pessoas”, diz ele.

Além de Carmen e Ramos, estiveram presentes na solenidade reverendo Dr.Davi Charles Gomes, chanceler do Mackenzie; José Francisco Hintze Júnior, diretor de Desenvolvimento Humano e de Infraestrutura (DESIN) do IPM; André Ricardo de Almeida Ribeiro, diretor de Estratégia e Negócios (DIREN); Luiz Roberto Martins Rocha, diretor de Saúde; Ciro Aimbiré de Moraes Santos, diretor de Educação; Marco Tullio de Castro Vasconcelos, vice-reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM); Rogério Donato Kampa, diretor-geral do Hospital Universitário Evangélico Mackenzie (HUEM); Jurandir Marcondes Ribas, coordenador da Pós-Graduação Stricto Sensu da FEMPAR; Luiz Martins Collaço, vice-coordenador do curso de Medicina da FEMPAR.

Outras autoridades da cidade também participaram do evento, como o reverendo Eliseu de Souza, presidente do Sínodo de Curitiba; Luiz Ernesto Pujol, representante do Conselho Regional de Medicina do Paraná; e Nerlan Tadeu Gonçalves de Carvalho, presidente da Associação Médica do Paraná.

Formatura

Esta é a primeira turma formada após o IPM assumir oficialmente a Faculdade. Segundo Carmen, somar competências é a maneira mais simples e eficiente de consolidar e ser um diferencial no mercado. “Ser parte do Mackenzie, instituição educacional privada, confessional e sem fins lucrativos, com quase 150 anos de existência é fazer parte da história. Bons parceiros se complementam em habilidades, conhecimento técnico e outras competências que, de diversos modos, podem auxiliar as instituições a melhorarem o seu resultado, seja ele o comprometimento com o ensino, seja com saúde, sociedade, qualidade de vida e desenvolvimento social” celebra ela.

Durante a cerimônia, a turma que ganhou o nome em homenagem ao professor Dr. Gilberto Pascolat escolheu o professor Marcelo Del Olmo Sato como paraninfo e o professor Ivo Ronchi Júnior como patrono. A solenidade contou ainda com a participação dos capelães Hilário da Silva Júnior e Rorgers Henry Pianaro.

Neste ano de 2019, a FEMPAR comemora 50 anos do curso de Medicina e consolida sua trajetória de excelência, na qual a pesquisa inscreve-se como um marco tradicional, além de anualmente prover à academia e ao mercado médicos assistencialistas, docentes e pesquisadores qualificados.

De acordo com Ramos, a nova fase será de grande produtividade. “Sem dúvida alguma a FEMPAR veio somar sua expertise ao tradicional ensino mackenzista. Prezamos pela qualidade de ensino e por valores que constituem uma formação integral do ser humano. Oferecer o curso de Medicina era um antigo desejo do Mackenzie e agora, mais próximo dos nossos 150 anos, podemos celebrar mais essa conquista juntos!”, encerra ele.