Química

Escola de Engenharia Campus Higienópolis

Compartilhe nas Redes Sociais

Atividades Acadêmicas

Pesquisa

A pesquisa é um dos pilares das atividades da Universidade Presbiteriana Mackenzie. É um processo contínuo, sistemático, crítico e rigoroso, no qual são alcançadas soluções em ciência e tecnologia como resposta aos desafios de uma sociedade contemporânea.

As pesquisas desenvolvidas na Escola de Engenharia visam apresentar respostas às demandas de novas tecnologias, processos e materiais, contribuindo para o desenvolvimento da sociedade.

Os principais objetivos das atividades de pesquisa na Escola de Engenharia são:

  • realizar pesquisas em nível internacional nas áreas de Engenharia e Química;
  • criar oportunidades de interação entre pesquisadores, estudantes de graduação e pós-graduação e outros profissionais da UPM, além de estabelecer cooperação com outras instituições de ensino e pesquisa nacionais e internacionais;
  • estabelecer cooperação com a indústria e empresas como forma de melhor atender as demandas da sociedade;
  • incentivar pesquisas transversais que incluam novas tecnologias, novos materiais e novos campos do conhecimento.

 

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

Os Trabalhos de Conclusão de Curso - TCC, desenvolvidos na Escola de Engenharia da Universidade Presbiteriana Mackenzie - UPM, têm o objetivo de integrar e consolidar as habilidades teóricas e experimentais adquiridas nos Cursos de Engenharia e Química.

Como resultado parcial desta atividade acadêmica, espera-se que o aluno selecione estratégias e otimize soluções para os problemas pertinentes à sua área de formação, considerando seus aspectos científicos, tecnológicos, econômicos, ambientais e éticos.

A coordenação do TCC, as coordenações dos cursos e os docentes envolvidos nos Trabalhos de Conclusão de Curso apoiam e orientam os alunos a atingirem com sucesso os objetivos de seus projetos, com base em uma abordagem de trabalho em equipe, integração e inovação, mantendo a tradição da Escola de Engenharia da UPM.

Protagonismo Estudantil

ESTÁGIO

O Estágio tem como objetivo permitir que o aluno ganhe experiência prática em sua área de estudo, complementando sua formação profissional, desenvolvendo habilidades e atitudes, bem como aplicando conceitos teóricos em situações reais. É regido pela Lei nº 11.788 de 25 de setembro de 2008 e legislação complementar. É também ferramenta para inserção no mercado de trabalho; por essa razão, recomenda-se que o aluno busque oportunidades de estágio em organizações que utilizem tecnologia atualizada e permitam sua posterior efetivação.


OPORTUNIDADES DE ESTÁGIO

As oportunidades de estágio oferecidas pelas empresas são periodicamente publicadas através do blog de estágios da unidade acadêmica.


EMPRESASS JUNIORES

As Empresas Juniores (E.J.s) têm como objetivo o compartilhamento de melhores práticas de trabalho nas diferentes áreas de formação dos alunos, muitas vezes de caráter interdisciplinar, além do desenvolvimento de parcerias. Busca-se, portanto preparar os jovens estudantes para o mercado de trabalho, contribuindo para o desenvolvimento acadêmico e profissional dos associados. As atividades das E.J.s são sempre orientadas e supervisionadas por professores e profissionais especializados, mas com gestão autônoma por parte dos estudantes. Além disso, possuem o intuito de desenvolver o empreendedorismo com foco na capacitação do mercado de trabalho.


LIGAS ACADÊMICAS

As ligas Acadêmicas visam criar a oportunidade de promover mecanismos que fortaleçam o protagonismo e iniciativas estudantis, visando ampliar a oferta de atividades acadêmicas extraclasse, no âmbito da pesquisa e extensão. As atividades desenvolvidas nas Ligas Acadêmicas, por alunos da graduação ou pós-graduação e devidamente supervisionadas por um professor orientador, têm como objetivo desenvolver o protagonismo estudantil em uma área específica do conhecimento. Prioriza-se a participação e organização de cursos, seminários ou palestras, participação ou organização de hackathons e competições estudantis, assim como a participação em congressos, simpósios e fóruns. Busca-se de forma geral desenvolver atividades que gerem aprofundamento de estudos multidisciplinares e realização de ações com efeito multiplicador, sem fins lucrativos.

 

Contato:
Prof. Dr. Marcos Stefanelli Vieira
E-mail: marcos.vieira@mackenzie.br

Atividades Complementares

Segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Engenharia do Ministério da Educação (aprovadas em 2001), o currículo acadêmico universitário deve ir além das atividades convencionais de sala de aula. Deste modo, as atividades complementares são um componente curricular obrigatório que proporcionam uma formação social, cultural e profissional ainda mais abrangente aos futuros engenheiros.

Seu foco principal é complementar a formação do discente, enriquecendo seu conhecimento teórico-prático ao realizar atividades fora dos programas das disciplinas previstas na grade do curso, as quais poderão estar relacionadas às três dimensões do ensino acadêmico que são: a pesquisa, o ensino e a extensão.

Dessa forma, estas atividades irão ampliar os horizontes da formação profissional e pessoal do aluno, estimulando sua iniciativa por meio da prática do protagonismo estudantil, respeitando sua individualidade possibilitando a escolha de atividades de seu maior interesse, estimulando assim o maior desenvolvimento de suas competências.

Atualmente os cursos da Escola de Engenharia oferecem os Projetos Integradores, que são atividades interdisciplinares que ocorrem durante o semestre, fora dos horários de aula dos alunos, sendo também uma forma de desenvolver a prática do curso escolhido além de considerados como atividades complementares aos alunos participantes.

Atividades de Extensão

A extensão universitária é uma ferramenta no processo educativo, cultural e científico que articula o ensino e a pesquisa de forma indissociável e viabiliza a relação transformadora entre a Universidade e a Sociedade, objetivando a socialização do saber acadêmico. Na Universidade Presbiteriana Mackenzie, o estabelecimento de uma política de Extensão atrela-se à sua visão e missão que, amparada na natureza confessional e comunitária da Instituição, caracteriza-se, também, por apresentar caráter filantrópico.

Projetos Integradores

Os projetos integradores são atividades idealizadas com diversos intuitos, alguns deles são:

  • realizar a integração dos alunos de diversos cursos e etapas para promover a troca de conhecimento;
  • despertar a curiosidade e a vontade de aprendizado do aluno, diminuindo o índice de evasão do curso;
  • aproximar o aluno da sua futura área de atuação;
  • fazer com que o aluno perceba a importância de todas as matérias estudadas ao longo do curso e como todas elas são interligadas no dia a dia da sua profissão;
  • estimular o protagonismo estudantil através de atividades práticas e teóricas onde os alunos acabam, por muitas vezes, aprendendo uns com os outros e de maneira descomplicada/divertida;
  • entre outros.
Internacionalização

Com base na intensa e crescente atuação da Coordenadoria de Cooperação Interinstitucional e Internacional (COI), os alunos têm a possibilidade de participar de um intercâmbio entre a Universidade Presbiteriana Mackenzie e Instituições de Ensino Superior parceiras em outros países. Essa oportunidade traz ao aluno uma experiência única para a sua formação profissional. Para participar, o aluno deverá se informar sobre as regras estabelecidas para o processo de internacionalização.