César Castro é novo treinador do Colégio Mackenzie Brasília

O ex-atleta olímpico assume a Escola de Saltos Ornamentais e aulas regulares da instituição

20.08.201810h16 Comunicação - Marketing Mackenzie

Compartilhe nas Redes Sociais

O Colégio Presbiteriano Mackenzie Brasília contratou, no dia 17 de agosto, o ex-atleta olímpico de saltos ornamentais César Castro, que assumirá a Escola de Saltos Ornamentais na instituição. O “namoro” é antigo entre as partes, começando a ser costurada após as Olimpíadas do Rio, em 2016. Além das aulas de saltos ornamentais em piscina, Castro assumirá aulas regulares de Educação Física para complementar o treinamento dos alunos.

“Estou muito feliz por estar de volta ao Brasil, e muito honrado de poder trabalhar no Colégio Mackenzie Brasília. Por mais de 10 anos, o Mackenzie foi o principal apoiador de minha carreira como atleta, agora, nesse novo momento, estamos juntos mais uma vez. Espero poder usar minha experiência como atleta de alta performance e de treinador assistente da Universidade da Geórgia (EUA) para contribuir para a formação dos alunos mackenzistas”, comenta o atleta.

Castro, que é professor de Educação Física e estava residindo em Atlanta (EUA), vinha atuando como treinador assistente na Universidade da Georgia. Agora, repatriado, promete novidades e a aplicação de sua expertise durante o novo desafio. “Vou inserir uma metodologia que permita o aluno iniciar no esporte de maneira lúdica e prazerosa”, afirma.

Para o diretor geral do Mackenzie Brasília, Walter Eustáquio Ribeiro, é uma satisfação poder anunciar a contratação do atleta olímpico. “César irá nos ajudar muito na evolução dos esportes aquáticos do Colégio Mackenzie. Nossa estrutura é fantástica e, atualmente, estamos modernizando a plataforma e a piscina de saltos ornamentais. Vamos preparar futuros atletas, trabalhando com as nossas crianças da Educação Infantil ao Ensino Médio. Elas contarão com a experiência e conhecimento dele no desenvolvimento da modalidade”, pontua.

História do atleta

César Castro é natural de Brasília (DF) e por 15 anos foi patrocinado pelo Instituto Presbiteriano Mackenzie (IPM), detendo um um currículo esportivo invejável. Dentre suas conquistas, destaca-se a de ser o primeiro brasileiro a ganhar uma medalha em um Circuito Mundial da Fédération Internationale de Natation (FINA).

Foi eleito nove vezes pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) o melhor saltador da modalidade (em 2002, 2006, 2007, e de 2009 a 2014). Ao alcançar a final dos Jogos Olímpicos de Atenas, Castro quebrou uma barreira de 52 anos desde a última vez que um brasileiro havia chegado às finais. O último havia sido Milton Busin, nos Jogos Olímpicos de Helsinque, Finlândia.

Em sua trajetória, representou o Brasil em quatro Jogos Olímpicos; Atenas, em 2004, Pequim em 2008, Londres em 2012 e, em 2016, nas Olimpíadas do Rio de Janeiro. Por duas vezes, nos Jogos Olímpicos de 2004 e 2016, Castro chegou às finais da competição, terminando em nono lugar na prova do trampolim de três metros individual. Em Pequim, em 2008, o atleta terminou a mesma prova em 24º lugar e, em Londres 2012, foi semifinalista da prova, ficando na 17º posição.

Já no Campeonato Mundial dos Esportes Aquáticos, realizado em Roma-2009, o atleta terminou a prova do trampolim de três metros em 5º lugar, sendo, até hoje, o melhor resultado do Brasil da história em Campeonatos Mundiais absolutos. Na Copa do Mundo de Saltos Ornamentais, realizado em fevereiro de 2016, evento classificatório para os Jogos do Rio 2016, César terminou a competição em 5º lugar.