EMAE - Educação Multidisciplinar e Apoio ao Estudante

Responsabilidade Social e Filantropia

Perguntas Frequentes

Alunos veteranos da Educação Básica, regularmente matriculados em qualquer unidade dos Colégios Presbiteriano Mackenzie (São Paulo, Tamboré, Brasília e Palmas) no ano de 2019; bolsista integral (100%) POR FILANTROPIA, conforme critérios definidos pela Lei nº 12.101/2009; e em situação regular perante todos os setores competentes da instituição (Ex.: Secretaria de Ingresso, Sistema Mackenzie de Ensino, Atendimento Financeiro ao Aluno, Coordenação de Bolsas de Estudo, Direção da Educação Básica do Colégio etc.).

Não, pois há uma limitação de vagas disponíveis, cujas condições para preenchimento são estipuladas em editais publicados anualmente.

O benefício é concedido anualmente e somente acontecerá após a verificação do cumprimento de todos os requisitos estipulados em edital e no processo como um todo (Inclusão/ Manutenção), e formalização por meio da assinatura do Termo de Concessão de Benefícios por parte dos pais/responsável legal.

I – Kit material didático;

II  Livros do Sistema Mackenzie de Ensino;

III  Uniforme.

I – Parte da lista de materiais solicitada pela escola (por isso, sugere-se aos pais e/ou responsáveis legais a comparação com o que a escola solicita e o que será oferecido pelo EMAE no ano vigente);

II – livros paradidáticos;

III – prova substitutiva;

IV – dependência;

V – armário;

VI – passeio de confraternização/estudo de meio;

VII – lanche;

VIII – transporte;  

IX – auxílio moradia; e

X – uniforme que não está previsto em edital.

Não. A manutenção do benefício não é prerrogativa àqueles que já o receberam. O processo de renovação deve ser feito anualmente, pois é preciso verificar se as condições de elegibilidade ainda atendem ao previsto em legislação para o devido recebimento do benefício.

Sim. Se algum item do edital não for cumprido, inclusive a solicitação de renovação do pedido via sistema de forma aprazada, o estudante perde o benefício e terá que participar do próximo edital como pedido para inclusão no EMAE.

O beneficiário terá o cancelamento dos Benefícios Complementares nos seguintes casos:

I – quando os pais ou responsáveis não cumprirem aprazadamente o disposto no cronograma do Edital de Inclusão/Manutenção do EMAE;

II – se o beneficiário perder a condição de Bolsista integral (100%) POR FILANTROPIA, conforme estabelecido na Lei nº 12.101/2009;

III – se não for aprovado por rendimento acadêmico ao final do ano letivo escolar. Isso implica dizer, também, que estudantes que forem a Conselhos de Classe serão considerados NÃO aprovados por rendimento e, por isso, perdem o direito da renovação no EMAE;

IV – se não mantiver regular sua situação perante todos os Setores Competentes da instituição (Ex.: Secretaria de Ingresso, Sistema Mackenzie de Ensino, Atendimento Financeiro ao Aluno, Coordenação de Bolsas de Estudo, Direção da Educação Básica do Colégio etc.);

V – se for verificado, a qualquer tempo, que houve falsidade ou má-fé na obtenção do benefício.

É possível inscrever até dois filhos no EMAE. O limite de benefícios concedidos por família se restringe a dois, de modo a permitir que mais famílias possam ser beneficiadas. No entanto a inclusão de dois filhos não acontecerá de forma simultânea (ou seja, no mesmo ano). As novas inclusões acontecem sempre a partir da disponibilidade da série pretendida, cuja indicação será disponibilizada no Edital.

Sim, pois o EMAE prevê, como uma das condições, a aprovação por média acadêmica.