ChancelariaOuvidoriaUniversidadeWebmail
Imprimir a página Procura no Site Mapa do Site
Selecione a unidade:
Matrícula:
Senha:

Empresa Júnior de Biologia

Arara

Alimentação

Em cativeiro, as araras devem receber uma alimentação balanceada. Frutas e sementes de girassol podem ser dadas todos os dias. Arroz integral cozido, pão, milho verde, coco maduro e verduras com talos grossos, devem ser dados de forma alternada durante a semana. Pode-se adicionar à alimentação, ração de cachorro e bolachas de água e sal, mas em quantidades moderadas.

O criador deve observar a quantidade que a ave come para evitar desperdícios e que o alimento estrague.

Recinto

Um tipo de viveiro muito utilizado na criação de araras em cativeiro é o de tela. A tela deve ser rígida,com dimensões de 2 metros de largura, 6 metros de comprimento e 3 metros de profundidade; sendo que um terço desse viveiro deve ser coberto para proteger contra intempéries e abrigar a caixa ninho. Se o lugar é muito frio, é conveniente ter nos fundos um recinto de inverno, onde a ave possa se abrigar do frio. O abrigo de inverno deve ser de alvenaria para a ave não destruir e deve ser completamente fechado, tendo apenas a porta de acesso aos fundos e uma comunicação com o viveiro. Se as aves estiverem protegidas do vento, é desnecessária essa construção.

Araras podem ser mantidas em viveiros menores que esse, tudo depende do propósito da criação e dos recursos financeiros. O piso deve ser de fácil higienização, sendo melhor o piso de areia, que permite varrer. Quanto ao piso de cimento é interessante, pois pode ser lavado, porém atribui ao viveiro um aspecto frio. As araras destroem pouco a vegetação, pois ficam na parte mais alta do viveiro, contudo tendem a destruir troncos e poleiros. Em grandes viveiros, as araras podem ficar com papagaios e outros psitacídeos menores, porém o risco de brigas sempre existe. Em viveiros pequenos a possibilidade de agressão entre diferentes espécies é maior. De modo geral, são aves pacíficas e aceitam outras.

Os ninhos devem ser tipo caixa de madeira. Alguns usam barril revestido. As caixas ninho devem ter tamanho de 40 cm x 40 cm e 1,2 metros de profundidade, com uma abertura em uma das faces superiores.

Reprodução

As araras iniciam sua família por volta dos sete anos de idade. Nessa época a fêmea se une a um macho e ambos cuidarão da futura prole, sendo que ela é responsável pela incubação dos ovos e ele será responsável pela alimentação dos filhotes.

Em geral cada fêmea produz dois filhotes, mas ao final apenas um sobrevive. O ovo eclode aproximadamente após 28 dias e então os filhotes começam a ganhar peso e tamanho rapidamente. Até completarem 45 dias de vida, eles correm grandes riscos, podendo ser atacados por insetos e outras aves que predam os ninhos.

Os primeiros vôos acontecem após três meses de vida e mesmo sem retornar aos ninhos, os filhotes ficam próximos aos pais e ainda são alimentados por eles, até completarem seis meses.