ChancelariaOuvidoriaUniversidadeWebmail
Imprimir a página Procura no Site Mapa do Site
Selecione a unidade:
Matrícula:
Senha:

Patologia

Semestre:

2o Semestre/ 2007

Disciplina:

Patologia

Código:

0611404.4

Curso:

Farmácia

Carga Horária:

06

Teoria:

02

Prática:

04

Etapa:

4ª Etapa

Professor:

Luiz Carlos Picca 

Objetivo:

1. Contribuir para a formação do farmacêutico;

2. Introduzir conhecimento teórico e prático de patologia geral;

3. Integrar conhecimentos com a fisiopatologia;

4. Desenvolver a capacidade na elaboração de relatórios e seminários;

5. Estimular a leitura de textos de patologia;

6. Despertar o espírito científico;

Após o término da disciplina, o estudante deverá ser capaz de definir, discutir, escolher, reconhecer os principais processos patológicos gerais

Ementa:

A disciplina aborda: os processos degenerativos e infiltrativos intracelulares; alterações do desenvolvimento, crescimento e da diferenciação celular; lesões celulares irreversíveis; pigmentações e calcificações patológicas; alterações circulatórias; inflamação e reparo e neoplasias.

Metodologia:

A dinâmica metodológica será desenvolvida com aulas expositivas dos temas básicos, discussões teóricas e de casos clínicos das patologias mais freqüentes, aulas práticas de laboratório com discussões da metodologia utilizada e leitura e discussão de jornais e/ou literatura especializada.

Critério de Avaliação:

Critério de Avaliação

No decorrer o período letivo, serão aplicadas duas avaliações escritas e análise de relatórios de aulas práticas, trabalhos, seminários ou painéis entre outras que comporão a média das avaliações intermediárias (AI). No final do semestre o aluno deverá realizar uma prova de avaliação final escrita, abrangendo todo o conteúdo da disciplina (PAFE). A média final de promoção (MFP) será definida a partir da seguinte fórmula:

MAP=[(AI´6) + (PAF´4)] / 10 Onde: MFP ³ 7,0 e 75% de freqüência (aluno aprovado)

MFP < 5,5 (aluno reprovado)

5,5 ³ MPF £ 6,9 (aluno aprovado se atender o FAR)

FAR: fator de apuração de rendimento – Critério estabelecido pelo Ato de reitoria nº 6 de 28/06/2001.

Conteúdo Programático:

Conteúdo Programático

Teórico/Prático

Processos Degenerativos e Infiltrativos Intracelulares

Injúria celular reversível, tumefação celular, esteatose e hialinoses intracelulares

Alterações do Desenvolvimento, Crescimento e da Diferenciação Celular

Atrofia, hipertrofia, hiperplasia, metaplasia, anaplasia e displasia

Lesões Celulares Irreversíveis

Necrose, apoptose e gangrena

Processos Degenerativos e Infiltrativos Intersticiais

Degeneração Mucóide e fibrinóide, hialinose extracelular, amiloidose e   arteriosclerose

Pigmentações Patológicas

Pigmentações endógenas

melanina, bilirrubina e lipofuscina

Pigmentações exógenas

antracose, siderose, chumbo e tatuagens

Calcificações patológicas

Calcificação metastática, distrófica e  idiopática

Alterações Circulatórias

Edema, hiperemia

Choque

Hemorragia

Trombose

Embolia

Isquemia

Infarto

Inflamação e Reparo

Inflamação aguda

Mediadores químicos

Inflamação crônica

Cicatrização e reparação tecidual

Neoplasias

Nomenclatura

Etiologia

Epidemiologia

Oncogênese

Conseqüências gerais

Bibliografia:

ROBBINS, S. L.  – Patologia Estrutural e Funcional – 6ª ed., Interamericana, Rio de Janeiro, 2000.

LOPES, E. R. et al  - Patologia de Bogliolo – 4ª ed., Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, 1994.

MONTENEGRO, M. R. Patologia: Processos Gerais- 4a ed. Atheneu,1999.