Imprimir a página Procura no Site Mapa do Site
8 FORUM de PESQUISA
 


19 de outubro de 2010 - 3ª. feira

 

8:30 hs  às 10:30 hs

Sessões de Comunicação

Prédio 9 - FAU Mackenzie – 1º andar

 

SESSÃO  1  AMBIENTE CONSTRUÍDO, MEMÓRIA E IDENTIDADE (Sala 101 )

Coordenador: Alessandro Ribeiro Castroviejo

1.    PATRIMÔNIOS (I)MATERIAIS DA ARQUITECTURA: A QUESTÃO DA OBRA E DO SEU DESENHO Pedro Antonio Janeiro e Myrna de Arruda Nascimento

2.    PATRIMÔNIO INDUSTRIAL DE SÃO PAULO: MATADOURO DA VILA MARIANA E TENDAL DA LAPA EM CONTEXTOS TEMPORAIS PRÓPRIOS Maria Augusta Justi Pisani; Paulo Roberto Correa e Marcel Casarini

3.    COMUNICAÇÃO VISUAL URBANA, CIDADE, PATRIMÔNIO CULTURAL E COMÉRCIO POPULAR Fátima Aparecida dos Santos e Rogério José Camara

4.    CAPELA SÃO MIGUEL PAULISTA: O PROJETO DE INTERVENÇÃO COMO FERRAMENTA DE ENTENDIMENTO DAS NOVAS LINGUAGENS DO PATRIMÔNIO Tânia Cristina Bordon Miotto

5.    PATRIMÓNIO URBANO E ARQUITECTÓNICO DO MINDELO EM CABO VERDE, NOTAS SOBRE O PROCESSO DE ASSENTAMENTO URBANO,  O DESENHO URBANO E O SEU QUADRO INSTRUMENTAL ENQUANTO MÉTODO DE ABORDAGEM. João Sousa Morais

 

SESSÃO 2 PRÁTICAS PROJETUAIS ( Sala 102)

Coordenadora: Maria Augusta Justi Pisani

1.    PROGRAMA DE NECESSIDADES: UMA FERRAMENTA DE QUALIDADE ARQUITETÔNICA Lorena Morais de Andrade; Michelle Alves Pessôa; Rostana Anízia Araujo Ferreira Andrade; Sara Aragão Alves da Costa

2.    DINÂMICA PARA O ENSINO DOS CONCEITOS DE PROJETO: DO PAPEL AO BIM Marina Figueiredo Mueller ; Maria do Carmo Duarte Freitas; Sergio Scheer

3.    DIÁLOGOS: POSSIBILIDADES DE PROCESSOS DE PROJETO COMPARTILHADOS Denise Morado Nascimento, Simone Parrela Tostes ; André Costa Braga Soares , Carolina Amarante Boaventura, Cecília Reis Alves dos Santos

4.    PRÁXIS E REFLEXÕES NAS MARGENS DO TEMPO Ariane Daniela Cole; Regina Lara Silveira Mello; Ana Paula Calvo e Artur Cole.

5.    MUDANÇA DE HÁBITO Marta Silveira Peixoto

 

SESSÃO 3  ESPAÇO URBANO, SUSTENTABILIDADE E PROJETO (Sala 103)

Coordenadora: Denise Antonucci

1.    A LEI CIDADE LIMPA E AS INTERVENÇÕES URBANAS EM SÃO PAULO Fernanda Romero Moreira e Rita de Cassia Alves Oliveira

2.    INTERVENÇÕES PÚBLICAS EM FAVELAS PARA DOTAÇÃO DE REDES-SERVIÇOS DE ÁGUA E ESGOTO: PERSPECTIVAS E LIMITES DE ACESSO AO MUNDO URBANIZADO Mauro Kleiman

3.    HABITAÇÃO SOCIAL EM ESPAÇOS RESIDUAIS NA ÁREA CENTRAL DE SÃO PAULO Lia Affonso Ferreira de Barros

4.    A LEGISLAÇÃO E A OCUPAÇÃO HABITACIONAL DE BAIXA RENDA O CASO DE SÃO PAULO Daniella Lucas Richards  e Angélica A. Tanus Benatti Alvim

5.    PLANOS DIRETORES E LEGISLAÇÕES AMBIENTAIS:  NOTAS DE PESQUISA SOBRE OS DESAFIOS DA INTEGRAÇÃO Angelica A. Tanus Benatti Alvim, Volia Regina C. Kato e Gilda Collet Bruna. 

6.    ESPAÇOS DEGRADADOS, ESPAÇOS ESTRUTURANTES, ESPAÇOS ESTRUTURADOS: O RIO DE JANEIRO – O ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO Luis Manoel Gazzaneo

 

SESSÃO 4  ARQUITETURA MODERNA E CIDADE   (Sala 105)

Coordenadora: Ana Gabriela G. Lima

1.    PROJETOS RESIDENCIAIS DO ARQUITETO EDUARDO KNEESE DE MELLO: PESQUISA EM ACERVOS E PERIÓDICOS. Aline Nassarala Regino e Rafael Antônio Perrone

2.    A CASA NA NATUREZA: QUATRO VILLAS MODERNAS E SUAS RELAÇÕES COM O AMBIENTE NATURAL Caio Flavio Lamboglia Teixeira de Araújo 

3.    ARRANJOS, USOS E PERCEPÇÕES DE AMBIENTES E OBJETOS DOMÉSTICOS NAS DÉCADAS DE 1950 E 1960. Teresa Maria Riccetti  e Nara Silvia Marcondes Martins

4.    A MÁQUINA DE MORAR DE WARCHAVCHIK: UMA LEITURA CRÍTICA DOS ESPAÇOS INTERIORES Ruth Verde Zein, Daniela Perpétuo Morandi e Maria Isabel Villac

5.    CONEXÕES ARQUITETÔNICAS: A RELAÇÃO ENTRE AS OBRAS DA COOPERATIVA DE SERVIÇOS ELÉTRICOS DE CHILLÁN E DO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO DO PARANÁ Michelle Schneider Santos

 

SESSÃO 5 . TECNOLOGIA, PROJETO E SUSTENTABILIDADE  (Sala 107)  

Coordenador: Wilson Florio

1.    RECICLAGEM DO ENTULHO DA CONSTRUÇÃO CIVIL Ana Paula Rattis Alipio e Gilda Collet Bruna

2.    LEVANTAMENTO DAS CARACTERÍSTICAS DE UMA EDIFICAÇÃO E DO SEU ENTORNO EMPREGANDO FOTOGRAMETRIA DE CURTA DISTÂNCIA E DIGITALIZAÇÃO POR LASER 3D Gilson Dimenstein Koatz; Herbert Johannes Bernhard Erwes e Roberto Segre

3.    APROVEITAMENTO DA ENERGIA SOLAR NA ARQUITETURA Dominique Fretin

4.    AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO TÉRMICO DE PAINÉIS OSB EM SISTEMA SANDUÍCHE Ornella Angelucci; Célia Regina Moretti Meirelles; Mario Lasar Segall; Dominque Fretin; Silvio Stefanini  Sant’Anna; Tiago Azzi Collet e Silva; Milena Correia Reis; Carolina Melendres e Luciana Melendres

 

10: 30 às 11:00 Coffee Break 

sala  104 

 

MESAS REDONDAS

Auditórios externos

11:00 às 12: 30 hs

 

Mesa Redonda 3

PERSPECTIVAS E IMPASSES DA LEI DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA A

AUTOCONSTRUÇÃO E AO MUTIRÃO:  Lei 11.888/2008

Instituições organizadoras: Mackenzie/Universidade de Brasília UnB

Moderadores: Prof. João Sette Whitaker Ferreira – FAU Mackenzie e Prof. Ms. Fernando C. Vidal -  UnB

Auditório Predio 1 – Centro Histórico

Moderador: João Sette Whitaker Ferreira

 

Conteúdo:

Promover a reflexão acerca dos desafios colocados para a implementação da Lei no. 11.888, de 24 de dezembro de 2008 que assegura as famílias de baixa renda assistência técnica pública e gratuita para o projeto e as construção de habitação de interesse social, e pontuar as perspectivas que ela coloca para a atuação dos arquitetos-urbanistas. Objetiva ainda apresentar a nova Lei; debater e propor formas de otimizar a aplicação da nova lei pelos municípios;

Debater o aproveitamento dos recursos humanos, técnicos e econômicos empregados na implementação da lei; discutir os desafios colocados para a regulamentação local da lei e pensar as suas potencialidades para o processo de edificação, reforma ou ampliação da habitação popular.

 

Exposições:

1.    PROGRAMA "CASA DA GENTE" EM BRASÍLIA-DF(1998) - SISTEMA DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA PARA A AUTOCONSTRUÇÃO DE HABITAÇÕES DE INTERESSE SOCIAL BUSCANDO AQUALIDADE NO PROCESSO DE PRODUÇÃO - Prof.Ms. Fernando Edmundo Chermont Vidal-ENC/FT/UnB

2.    ASSESSORIA TÉCNICA EM HABITAÇÃO SOCIAL: APONTAMENTOS SOBRE A LEI11.888/2008 E SOBRE OS DESAFIOS ATUAIS PARA SUA IMPLEMENTAÇÃO -   Caio Santo Amore; Edmundo Ulson 

3.    ASSISTÊNCIA TÉCNICA E HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL  Pietro Mignossetti

4.    O CLUBE DA REFORMA E OS SEU PAPEL NA ASSISTÊNCIA TÉCNICA A HIS - Valter Frigieri Jr.

 

11:00 às 12: 30 hs

Mesa Redonda 4

ESPAÇOS PÚBLICOS E URBANISMO CONTEMPORÂNEO: PROCESSOS SOCIAIS, FORMAS ESPACIAIS

Moderador: Prof. Dr.  LUIZ GUILHERME RIVERA DE CASTRO

Instituições envolvidas: Mackenzie/ UF ABC (Universidade Federal do ABC)

Auditório Flamínio Favero,  Prédio 10, Edifício Chamberlain

 

Conteúdo:

A mesa apresenta resultados de uma investigação desenvolvida durante o ano de 2009 que teve como objetivo principal identificar um conjunto de elementos e relações entre processos sociais e formas espaciais constitutivos de espaços públicos, com foco particular em nossa formação social. Tais espaços são compreendidos como lugares urbanos − tanto em sua materialidade físico-espacial quanto em seus aspectos funcionais, simbólicos e representativos − como parte integrante e indissociável do processo de urbanização contemporâneo. Para isso, a pesquisa foi desenvolvida em dois planos: um teórico-conceitual, focalizando estudos recentes sobre o tema e outro de análise empírica, focalizando o Largo de Santa Cecília, no bairro de mesmo nome, em São Paulo. As apresentações enfatizarão os desdobramentos resultantes do próprio processo de pesquisa, principalmente em relação a perspectivas de continuidade, buscando sua articulação em uma perspectiva inter e transdisciplinar.

 

Exposições

1.   INTRODUÇÃO/APRESENTAÇÃO – Luiz Guilherme Rivera de Castro (Coordenador)

  • ASPECTOS DO ESPAÇO PÚBLICO – DO URBANO AO POLÍTICO – Sérgio Luis Abrahão
  • PROCESSOS DE FORMAÇÃO E TRANSFORMAÇÃO DE UM ESPAÇO PÚBLICO – Denise Antonucci;
  • O ESPAÇO PÚBLICO DO COMÉRCIO E SUA REVALORIZAÇÃO – Gilda Collet Bruna e Luiz Guilherme Rivera de Castro
  • ASPECTOS DA MOBILIDADE EM RELAÇÃO A ESPAÇOS PÚBLICOS – Silvana Zioni e Maria Ermelinda Malatesta


INTERVALO  - ALMOÇO

  • ASPECTOS AMBIENTAIS: LARGO DE SANTA CECÍLIA E MICRO BACIA DO CÓRREGO ANHANGUERA – Pérola Felipette Brocaneli e Monica Machado Stuermer
  • ESPAÇOS PÚBLICOS, REGISTROS E CONTEMPORANEIDADE – Ricardo Hernán Medrano
  • PROJETO NA CIDADE CONTEMPORÂNEA - LARGO SANTA CECÍLIA E CENTRO SÃO PAULO – NOVAS RELAÇÕES – José Paulo de Bem
  • A INVESTIGAÇÃO DE ESPAÇOS PÚBLICOS EM PERSPECTIVA INTER E TRANSDISCIPLINAR – Luiz Guilherme Rivera de Castro


DEBATE - Angélica A. Tanus Benatti Alvim e Volia Regina Costa Kato

 

14: 00 hs às 15: 30 hs

CONTINUAÇÃO MESA REDONDA ESPAÇOS PÚBLICOS E URBANISMO CONTEMPORÂNEO: PROCESSOS SOCIAIS, FORMAS ESPACIAIS

 

14:00 hs às 16: 00 hs

Sessões de Comunicação

Prédio  9 - FAU Mackenzie – 1º andar

 

SESSÃO 1 AMBIENTE CONSTRUÍDO, MEMÓRIA E IDENTIDADE ( sala 101)

Coordenadora: Cecília Helena Rodrigues dos Santos

1.    IDENTIDADE VISUAL E CULTURA CLUB EM SÃO PAULO. PESQUISA SOBRE A LINGUAGEM VISUAL DOS CLUBES DE MÚSICA ELETRÔNICA CONTEMPORÂNEA NA CIDADE. Rosana Martinez  e Rafael Antonio Perrone

2.    CASAS DA ORLA MARÍTIMA DE JOÃO PESSOA. 1960-1974. CONHECER PARA RECONHECER. CONTRIBUINDO COM A CONSTRUÇÃO DA HISTÓRIA DA ARQUITETURA MODERNA NA PARAÍBA Roberta Xavier da Costa

3.    O HOMEM E O ESPAÇO DE SAÚDE: O CASO DO EDIFÍCIO MANOEL TABACOW HIDAL NO COMPLEXO HOSPITALAR ALBERT EINSTEIN Carolina Nunes Melendres e Eunice Helena S. Abascal

4.    A REABILITAÇÃO DO PATRIMÓNIO COMO FACTOR DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL: OS MODELOS DA BEIRA INTERIOR  Luísa Reis Paulo

 

SESSÃO 2 PRÁTICAS PROJETUAIS (sala 102)

Coordenador: Marta Peixoto

1.    MUSEUS CRIADOS POR OSCAR NIEMEYER:O PAPEL DE COADJUVANTE EXERCIDO PELO PROGRAMA Simone Neiva e Rafael Perrone

2.    ARQUITETURA DE MUSEUS NO BRASIL: UMA PROPOSTA DE CLASSIFICAÇÃO PAULISTANA Paulo Roberto Sabino

3.     ACADEMIA IMPERIAL DE BELAS ARTES SUA CRIAÇÃO E SEUS ARQUITETOS Marisa Hoirish e Rosina Trevisan M. Ribeiro

4.    NIEMEYER EM LE HAVRE: AFLORAMENTO E LUGAR Marco Cezar Dudeque

5.    NOTAS PARA PROJETO E CRÍTICA: ARTE, TEXTOS E ARQUITETURA CIDADE DE SÃO PAULO 1985-2008 Maria Isabel Villac; Luiz B. C. Telles;Flavio Marcondes;Celso L. Minozzi; Daniela Perpétuo Morandi;Ianna Silveira Raposo; Noelle Fernandes; Morgana Maria Pitta Duarte Cavalcante;Vinícius Dotto Stump; Liana Paula Perez de Oliveira; Fernanda Camargo Ravanholi

 

SESSÃO 3   ESPAÇO URBANO, SUSTENTABILIDADE E PROJETO (sala 105)

Coordenadora: Maria de Assunção Ribeiro Franco

1.    PROJETOS DE INTERVENÇÃO URBANA NA ESCALA PAISAGÍSTICA: A ORGANIZAÇÃO DO ESPAÇO LIVRE PÚBLICO (1980-2005) Antonio Colchete Filho; Carina Folena Cardoso

2.    ESTRUTURAÇÃO DOS ESPAÇOS VERDES PÚBLICOS NA OPERAÇÃO URBANA VILA LEOPOLDINA – JAGUARÉ Carolina Gomes de Souza e Perola Felipette Brocaneli

3.    LEGISLAÇÃO AMBIENTAL BRASILEIRA E O CASO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL COSTÃO GOLF Gabriel Bertimes de Bernardes Lopes e Lino Fernando Bragança Peres

4.    MAPEAMENTO E AVALIAÇÃO DA ARBORIZAÇÃO DE RUA DA AVENIDA HIGIENÓPOLIS (CENTRO DE SÃO PAULO/SP) [1] Oriana A. Favero; Nara Heiwa Murasaki ; Geisa Osaki Kanno; Fabíola Sayuri Hidaka; Perola Felipette Brocaneli; Maria Elena Merege Viera.

5.    WETLANDS: PAISAGEM, ARQUITETURA E TECNOLOGIA RECUPERANDO PAISAGENS NATURAIS, TRABALHANDO NO EQUILÍBRIO TÉRMICO DAS CIDADES E PARA O REUSO DE ÁGUA NAS EDIFICAÇÕES Christiane Soares dos Santos e Perola Felipette Brocaneli

 

[1] Os resultados parciais da pesquisa, que fundamenta este artigo, estarão divulgados no espaço de exposições do Prédio 09 durante o evento.

 

SESSÃO 4  ARQUITETURA MODERNA E CIDADE (sala 106)

Coordenador: Maria Isabel Villac

1.    HUMANIZAÇÃO DO EDIFÍCIO HOSPITALAR: OS HOSPITAIS DA REDE SARAH KUBITSCHEK DE JOÃO FIGUEIAS LIMA (LELÉ) Marisa Eulálio Rocha; Rafael Perrone e Rosana Martinez

2.    ARQUITETURA BRASILEIRA, TRADIÇÃO MODERNA, CULTURA CONTEMPORÂNEA Carlos Eduardo Dias Comas; Paulo Julio Valentina Bruna; Ruth Verde Zein e Edson Lucchini

3.    LE CORBUSIER, ARQUITECTURA Y TÉCNICA: EL CENTROSOYUS DE MOSCÚ, 1928-36 Jorge Torres Cueco

4.    ARQUITETURA MODERNA NA BELÉM CONTEMPORÂNEA: INVESTIGAÇÃO E CONTINUIDADE Giovanni Blanco Sarquis

5.    A FORMA PLÁSTICA E ESTRUTURAL DOS EDIFÍCIOS LEGISLATIVOS: O CASO DO CENTRO CÍVICO DE SANTO ANDRÉ – SP Raquel Machado Marques Pereira

 

SESSÃO 5.  TECNOLOGIA, PROJETO E SUSTENTABILIDADE  (sala 107)

Coordenador: Wilson Florio

1.    READEQUAÇÃO DE USO E INCLUSÃO DE ITENS DE SUSTENTABILIDADE EM EDIFÍCIO DE PARQUE PÚBLICO TOMBADO NA CIDADE DE SÃO PAULO Dominique Fretin

2.    ESPACIALIDADE E TECNOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES LEVES EM MADEIRA: UMA  CONTRIBUIÇÃO PARA SEU DESENVOLVIMENTO Célia Regina Meirelles Moretti; Silvio Stefanini Sant’Anna; Mario Lasar Segall; Henrique Dinis; Tiago Azzi Collet e Silva e Marcela Zampere

3.    BAMBU: ELEMENTOS DE COMPOSIÇÃO NO PROJETO DO EDIFICIO E DA PAISAGEM    Célia Regina Meirelles Moretti e Vera Cristina Osse

4.    USO DA LUZ NATURAL EM EDIFÍCIOS DE ESCRITÓRIO Erika Ciconelli De Figueiredo e Maria Augusta Justi Pisani

5.    ANÁLISE DE VARIAÇÕES TIPOGRÁFICAS: UMA BUSCA POR PARÂMETROS PARA O DESENVOLVIMENTO DE FAMÍLIAS TIPOGRÁFICAS SEM SERIFA Fabio Mariano Cruz Pereira e Priscila Lena Farias  

 

16:00 hs às 16: 30 hs

Coffee break – Sala 104

 

MESAS REDONDAS

Auditórios externos

 

16:30 hs às 18:00 hs

Mesa Redonda 5:

PROJETOS URBANOS, URBANIDADE E NOVAS TERRITORIALIDADES

Instituições organizadoras: Mackenzie/IPPUR (UFRJ)/

Moderadora: Profa. Dra. Angélica A. T. Benatti Alvim

Debatedoras:  Profa. Dra. Nadia Somekh e Profa. Dra. Eunice Helena Sguizzardi Abascal (FAU Mackenzie)

Auditório Flamínio Favero – Prédio 10, Edifício Chamberlain

 

Conteúdo:

Na sociedade contemporânea, em que as cidades assumem papel protagonista para a realização do processo econômico, já não é possível pautar, nos mesmos moldes que no século passado o desenvolvimento urbano em planos e projetos definidos como programas de longo prazo e de larga escala. Ascher (2010) conclama a definir um novo urbanismo, reflexivo e adaptado a sociedade complexa e de futuro incerto, urbanismo que requer articular planos e projetos como conjuntos de diretrizes e formas reais para a sua implementação.  Trata-se de um urbanismo de múltiplos projetos, que se tornam coerentes devido a uma gestão estratégica, capaz de coordenar ações conjuntas, cujo objetivo é sincronizar etapas. Ao projeto  a sua  implementação deve minimizar a aleatoriedade, cabendo-lhe articular o curto e longo prazo, a pequena, média e grande escala.

Por outro lado, as desigualdades sociais aguardam implementação de projetos que permitam sua redução. Além disso, novas territorialidades advêm de um processo de globalização que supera a conhecida internacionalização do capital.

Este simpósio pretende contribuir para ampliar a discussão sobre os projetos urbanos contemporâneos como instrumento capaz de implementar transformações na cidade que articulem setor público e iniciativa privada no desenvolvimento local, promovendo uma gestão compartilhada, participativa com sustentabilidade e inclusão social. Ao tratar da relação entre projetos urbanos na metrópole contemporânea privilegiam-se dois objetivos: conhecer as características das principais transformações advindas dos projetos, suas formas de financiamento e gestão e principalmente reunir elementos que resultaram em avanços do ponto de vista social e da sustentabilidade. A Mesa busca tratar dos Projetos Urbanos realizados ou não de maneira a avaliá-los.

 

Moderadora: Angélica A. T Benatti Alvim

 

Expositores

O sentido dos jogos no Rio - Profa. Dra. Tamara Tania Egler Cohen  (IPPUR – UFRJ) 

Parque tecnológico e economia criativa em São Paulo Aurilio Sergio Costa Caiado ( FUNDAP e Economia Criativa)

Projeto Olímpico Rio 2016 -  Dayse Góes (Governo RJ)

Projetos Urbanos e o centro de Recife- Milton Botler (Presidente do Instituto da Cidade do Recife, Recife, PE)

Debatedores: Nadia Somekh e Eunice Abascal

 

19:00 hs – 21:00 hs

Lançamento de livro

ARQUITETURA MACKENZIE: MESTRES DA TRANSFORMAÇÃO

Célio Pimenta (in memoriam), Eunice Abascal  e Marcel Mendes (orgs.)

Prédio 9 Saguão FAU Mack